Freitas dá detalhes de como será o contorno de São Mateus

O deputado estadual, Freitas, deu detalhes de como será a obra da rodovia do contorno de São Mateus, orçada em torno de R$ 180 milhões e prevista para iniciar na virada deste ano.

Freitas disse que o Governo do Estado tem feito projetos e programado os investimentos de forma clara e transparente, principalmente, sob a perspectiva de crescimento da região Norte.

Ele listou as principais obras e, entre elas, estão o novo Hospital Roberto Silvares, a exploração das jazidas de sal-gema e a macrodrenagem de Guriri. Segundo ele, Casagrande deverá anunciar, nos próximos dias, investimentos de mais de R$ 500 milhões em obras no Norte capixaba.

“O projeto do contorno é um dos que já estão prontos. A obra vai diminuir consideravelmente os engarrafamentos diários no trajeto Guriri-São Mateus-Guriri, onde moram aproximadamente 40 mil pessoas. Eu sugeri ao governador Renato Casagrande que nós precisamos de uma outra via que permita o acesso das pessoas que não moram em São Mateus, para que a rodovia Otovarino Santos fique exclusiva para o tráfego Guriri-São Mateus”, detalhou Freitas.

A rodovia do contorno, segundo o parlamentar, terá 39 quilômetros começando no Km 6, pra quem chega de Nova Venécia, Vila Pavão, São Gabriel da Palha, Barra de São Francisco e também de todo o estado de Minas Gerais, por exemplo, à direita, antes do bairro Santa Teresa, passando por trás dos bairros Aroeira e Bom Sucesso, por cima da BR-101, seguindo até o entroncamento da estrada do Nativo, na antiga ponte da SM-8, lá no Mariricu.

“Naquele local da antiga ponte será construída uma nova ponte, elevada, com mão dupla, que leva até a estrada de Barra Nova, na ES-010 em Guriri. Então, teremos uma alternativa para todos que vêm do Sul do ES, Norte do Rio de Janeiro, vindos pela Grande Vitória, Linhares… quando chegar na BR-101, na altura do presídio, encontrará uma saída à direita, até Barra Nova. Essa será a rodovia do contorno que os viajantes poderão usar e evitar passar por dentro de São Mateus”, explicou o deputado.

Foto: Tati Beling/Arquivo Ales