Forças de segurança da Venezuela prendem ex-deputado por terrorismo


O procurador-geral Tarek William Saab publicou um comunicado no qual detalha que integrantes do Serviço Nacional de Inteligência Bolivariano foram os responsáveis ​​pela prisão, informa a Telesul.

“Nesta segunda-feira, 12 de julho, o Ministério Público solicitou um mandado de prisão contra Freddy Guevara, detido pelas forças de segurança por suas ligações com grupos extremistas e paramilitares ligados ao governo colombiano”, refere o texto.

Além disso, especificou que foram nomeados dois procuradores com jurisdição nacional para realizar a investigação.

O deputado lembrou que Guevara teve um “histórico público de participação em atos de violência no passado”, registrado no país sul-americano e promovido por fatores de oposição extremistas.

Quem é Freddy Guevara?

Guevara é ligado ao partido de direita Voluntad Popular, liderado pelo fugitivo Leopoldo López, que apoiou o ex-presidente autoproclamado Juan Guaidó. Este grupo político esteve várias vezes vinculado a atos de violência e planos de desestabilização na Venezuela.

O ex-parlamentar Guevara foi um dos promotores dos atos de violência registrados em 2017, durante ações violentas de rua, em que setores extremistas da oposição destruíram entidades e infraestruturas públicas e privadas e causaram diversos feridos e mais de 100 mortes.

Freddy Guevara

Freddy Guevara (Foto: Telesul)

Leia mais

Leia também