Forças Armadas transportam mais de 32 toneladas de materiais para combater a pandemia

Forças Armadas transportam mais de 32 toneladas de materiais para o combate à Covid-19

Os materiais foram doados pela instituição de ajuda humanitária Cruz Vermelha. Foto: Ministério da Defesa

Militares da Força Aérea Brasileira executaram três missões transportando alimentos, materiais de higiene pessoal, Equipamento de Proteção Individual (EPI) e álcool em gel para apoiar o combate à Covid-19 em Boa Vista (RR). Os voos foram realizados pela aeronave KC-390, que pertence ao 1º Grupo de Transporte de Tropa, e partiram do Rio de Janeiro (RJ) com materiais doados pela instituição de ajuda humanitária, Cruz Vermelha.

Três missões transportaram mais de 32 toneladas de alimentos e materiais que serão distribuídos entre diversas instituições de caridade da cidade. As missões foram coordenadas pelo Comando de Operações Aeroespaciais (Comae), junto ao Centro de Operações Conjuntas (COC) do Ministério da Defesa em apoio ao Ministério da Saúde. 

 

Doação de sangue 

Diversas ações voluntárias de doação de sangue têm sido realizadas. No Comando Conjunto Leste, militares do 4º Depósito de Suprimentos, localizado em Juiz de Fora (MG) doaram sangue ao hemocentro regional para apoiar os estoques da instituição.

Já no Comando Conjunto Sul, a 5ª Companhia de Polícia (5ª Cia PE) do Exército realizou doação de sangue para recompor os Bancos de Sangue do Hospital Erasto Gaertner e do Hemepar de Curitiba, no Paraná. A 5ª Cia PE buscará repetir a ação de semanalmente, como forma de apoiar a Campanha Emergencial de Doação de Sangue. 

Desinfecção de locais públicos


O Comando Conjunto Oeste, por meio da 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada, realizou a descontaminação das áreas internas e externas da Rodoviária de Dourados (MS). Foi feita ainda a descontaminação de áreas internas e externas do Aeroporto Internacional de Campo Grande (MS).

Já no Comando Conjunto Sudeste, o 13º Regimento de Cavalaria Mecanizado (13º RC Mec) realizou a desinfecção nas dependências da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Pirassununga, em São Paulo. 

Operação Covid-19


O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate ao novo coronavírus. Nesse contexto, foram ativados 10 Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando de Operações Aeroespaciais (Comae), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia.

Operação Verde Brasil 2 


Integrantes das Forças Armadas realizaram, no âmbito do Comando Conjunto Amazônia, ações de inspeção naval em diversos rios da região Amazônica, em cidades dos estados do Amazonas, Roraima, Rondônia e Acre por meio do Navio-Patrulha Fluvial Pedro Teixeira e embarcações das capitanias e de agências pertencentes ao 9º Distrito Naval. Participaram da ação agentes da Funai e policiais militares. Como resultado, foram revistadas 86 embarcações, sendo que destas, seis foram apreendidas. Também foram emitidas 15 notificações para embarcações nas regiões do Manaus, Tefé e Itacoatiara, no Amazonas; e em Porto Velho e Guajará-Mirim, em Rondônia. 

Já no Comando Conjunto Norte, foram realizadas ações de inspeção naval nas localidades de Belém, Almeirim, Polo Marajó, Polo Santana, Polo Santarém e Polo Alenquer, no Pará; Polo Sul e Polo Imperatriz, no Maranhão; Rio Oiapoque, no Amapá. No total, 48 embarcações foram revistadas, sendo que dessas, duas foram apreendidas e quatro notificadas em Belém e Polo Almeirim.

Em outra frente de atuação, o Comando Conjunto Oeste permaneceu apoiando ações de fiscalização contra crimes ambientais e levantamento de áreas com queimadas junto a agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama) e da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) na localidade de Querência, Mato Grosso. 

Resultados


Desde a deflagração da Operação Verde Brasil 2, em 11 de maio, militares e agentes de órgãos parceiros realizaram 16,8 mil inspeções navais, terrestres, vistorias e revistas em embarcações, das quais 332 foram apreendidas. Nos postos de bloqueio e controle de estradas, foram retidos 174 veículos por irregularidades. Volume superior a 28 mil metros cúbicos de madeira ilegal também foram confiscados, bem como foram apreendidas 546 máquinas de serraria móvel, tratores, maquinário de mineração, balsas, dragas e acessórios. Até o momento, mais de R$ 406,9 milhões foram aplicados em multas e termos de infração.

 

Com informações do Ministério da Defesa.

Leia mais

Com interiorização da Covid-19, pesquisadores da Fiocruz propõe novos cenários de regionalização no RJ

Uma das preocupações com a interiorização da Covid-19 é como fica o fluxo de atendimento aos pacientes acometidos pela doença nos municípios mais precários....

PF registra mais um caso de recebimento de drogas pelos Correios no Espírito Santo

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (22) mais uma operação para investigar o recebimento de drogas através dos Correios no Espírito Santo. Um homem...

Mais 2 casos de coronavírus confirmados no Rio Preto, distrito de Água Doce do Norte

O distrito, Governador Lacerda de Aguiar, mais conhecido como Rio Preto em Água Doce do Norte,...

Leia também

Jovem fica em estado grave ao bater com motocicleta em poste de energia, em Mantena – MG

Um grave acidente ocorrido na madrugada desta terça-feira (01 de dezembro de 2020), em Mantena – MG deixou uma jovem em estado grave e...

Polícia Militar apreende submetralhadora e revólver em Aracruz

Nessa segunda-feira (30), a Polícia Militar em Aracruz apreendeu uma submetralhadora de fabricação caseira e um revólver calibre 32, prendendo quatro suspeitos. Durante deslocamento pela...

Arma de fogo é encontrada em casa abandonada de Mantena/MG

Na 2ª quinzena deste mês de novembro de 2020 foram realizadas diversas operações nas cidades sob a responsabilidade territorial da 18ª Cia PM Ind....