Força Nacional vai permanecer na Amazônia Legal até 10 de julho

Amazônia Legal

– Foto:
Senado Federal

O Governo Federal autorizou a prorrogação, até 10 de julho, do uso da Força Nacional de Segurança Pública no combate aos incêndios na Amazônia Legal,  que abrange os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (15). 

A portaria nº 310/2020, do Ministério da Justiça e Segurança Pública, define que o efetivo deverá atuar na região da Amazônia Legal, em apoio ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI). 

O trabalho deverá ser nas “ações de fiscalização, de repressão ao desmatamento ilegal e demais crimes ambientais e de combate aos incêndios florestais e às queimadas, na área que compreende a Amazônia Legal, em atividades e serviços imprescindíveis à preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, em caráter episódico e planejado, no período de 11 de junho de 2020 a 10 de julho de 2020”.

 

Leia mais

Regra de mão na bola muda para 2020/21; entenda

A International Board (IFAB) divulgou na última terça-feira as mudanças nas regras do futebol para a temporada 2020/21. Entre as diversas orientações para os...

Ex-vereador de Barra de São Francisco, Zé Ramiro morre em Aracruz vítima de Coronavírus

Zé Ramiro O ex-vereador de Barra de São Francisco, José Ramiro Merlo, o Zé Ramiro, morreu neste domingo, 28 de junho de 2020, em um...

Governo simplifica assinatura eletrônica de documentos públicos

A assinatura eletrônica auxilia a administração pública permitindo receber demandas, notificar solicitantes e prestar serviços de forma segura. ...

Ministério da Cidadania estabelece melhorias na execução do Programa Cisternas

Foi publicada, na última semana (14), uma portaria para tratar dos instrumentos jurídicos necessários para a execução do Programa Cisternas. O texto, assinado pelo...

Leia também

Mortes por Covid-19 apresentam queda de 8% no estado de São Paulo

O estado de São Paulo apresentou queda de 8% no número de mortes ocasionadas pela Covid-19. Entre 19 e 25 de julho, o estado...

Filho de sargento da PM é morto com tiro na nuca no Espírito Santo

  Um jovem de de 23 anos, filho de um sargento da Polícia Militar, foi assassinado com um tiro na nuca no bairro das Laranjeiras,...