Festa do Caminhoneiro terá revoada de voo livre, ciclopedal e desafio de grau

Compartilhe

A 1ª Festa do Caminhoneiro e da Safra de Café 2022, que acontecerá nos dias 17 a 19 de junho, no Parque de Festas Albuíno Azeredo, no Polo Industrial, terá vários eventos paralelos, além da programação de shows e o bingo de uma motocicleta, no parque.

No dia 18, sábado, será realizado o Vôo Livre do Caminhoneiro, evento promovido pela Associação de Voo Livre XC Noroeste, que terá uma revoada de pilotos de parapente.

A concentração está prevista para as 10h, na praça Arlindo Pinto da Costa, de onde os pilotos serão levados de ônibus até a rampa de vôo livre de Vargem Alegre.

Os pilotos Gustavo e Cléber, serão os primeiros a decolar e vão aguardar no céu, a decolagem dos outros participantes, por volta do meio dia. Depois que todos decolarem, Gustavo e Cléber vão liderar a revoada até o Parque de Festas Albuíno Azeredo, onde acontecerem o pouso.

Ciclopedal

Na manhã do domingo, 19, será a vez dos amantes das bicicletas realizarem o Ciclopedal do Caminhoneiro. Assim como no voo livre, haverá concentração na praça central, a partir das 7h e, em seguida, saída rumo ao Parque de Festas Albuíno Azeredo, um percurso de 8 km, onde a caravana será recebida com um café da manhã.

O prefeito Enivaldo dos Anjos fez questão de convidar os vereadores e secretários municipais para comparecerem ao parque, no início da noite desta segunda, para testarem a iluminação do local.

Desafio de Grau

Ainda no domingo, mas a partir das 9h30, será realizado, na pista do Polo Industrial o Desafio de Grau do Caminhoneiro, com mais de 200 motos fazendo manobras no local. Vale destacar que todos os participantes terão que usar capacete e outros equipamentos de proteção individual.

Atrações principais

Antes prevista para ser realizada no estádio municipal Joaquim Alves de Souza, no Campo Novo, a festa foi transferida por causa dos jogos que estão previstos para o estádio como a Copa Sesport.

As atrações principais são o cantor Zé Felipe, que teve show adiado do final do ano passado em Barra de São Francisco, por causa de problemas de saúde, além do cantor Frank Aguiar e vários artistas regionais.

A festa será promovida pela Associação de Caminhoneiros de Barra de São Francisco, dirigida pelo caminhoneiro Everton Machado Stefanon, o Marmitão, que tem dois veículos, com apoio da Prefeitura de Barra de São Francisco, através da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secultur).

De acordo com Marmitão, os recursos arrecadados na festa serão usados para montar uma base, ou seja, um posto de estocagem e abastecimento próprio da categoria no município.

Um grupo de proprietários de caminhões de Barra de São Francisco decidiu fundar a associação para defender os direitos dos seus associados. “Nossa entidade foi fundada há apenas seis meses, mas já contamos com 42 associados e esperamos chegar a 100 rapidamente, uma vez que, a procura tem se tornado cada vez maior”, destaca Marmitão.

E para construir essa base, que irá receber o combustível adquirido diretamente das refinarias, a associação foi em busca do apoio do prefeito Enivaldo dos Anjos, que se comprometeu a contribuir para que a entidade consiga atingir seus objetivos.

Dos Anjos destaca que o setor de logística tem enorme força em Barra de São Francisco, ajuda a gerar renda e empregos e além de pagar impostos, contribui para o município obtenha mais retorno de ICMS, quando as empresas emitem notas fiscais na cidade, por isso, a Prefeitura está patrocinado um evento da categoria no mês de junho.

“Agradecemos ao prefeito Enivaldo dos Anjos, pelo apoio e, temos certeza que, a partir da instalação dessa base, o município terá ainda mais retorno da categoria, na geração de emprego e renda”, finalizou Marmitão.

Safra do café

O município de Barra de São Francisco possui mais de 90 mil hectares de extensão, sendo 5 mil hectares destinados à cafeicultura de conilon.

Apesar de apresentar bons índices pluviométricos, locais adequados para a construção de barragens e outras características, muitos cafeicultores do município não aplicam as tecnologias disponíveis, desenvolvidas ou recomendadas pelo Incaper.

A produção chegou a 11.813 toneladas no município em 2020, sendo 11.790 toneladas de café conilon e 23 toneladas de café arábica. (Da Redação)

Leia também

Defesa Civil repassa mais de trezentos mil reais para Itamarandiba, em Minas Gerais

O Governo Federal autorizou nesta segunda-feira (27), o repasse de mais de trezentos mil reais para ações de...

Feira Gastronômica agitou o final de semana francisquense

O sábado, dia 25, foi de muita diversão para os franquisquenses. A Feira Gastronômica e Artesanal Elza Braga...

Espírito Santo registrou 260 casos de estupro contra crianças nos primeiros 5 meses de 2022

De janeiro a maio deste ano, o Espírito Santo registrou 260 casos de estupro contra crianças de 0...

Marco legal das garantias deve entrar na pauta do Senado em breve

Após aprovação na Câmara dos Deputados, o novo marco legal das garantias (PL 4188/2020) deve entrar na pauta...

Nota à imprensa e à população capixaba

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) informa que houve um equívoco, nessa quinta-feira (30), na apresentação dos dados referentes...

INDICADORES: Preço do café arábica aumenta nesta sexta-feira (1º)

A saca de 60 quilos do café arábica iniciou a sexta-feira (1º) com aumento de 0,72% no preço...

Com gol de Gabriel Teixeira, Grêmio derrota Londrina na Série B

O Grêmio retornou ao caminho das vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro ao bater o Londrina por...

Preço da gasolina deve cair R$ 0,36 no Espírito Santo

  A partir do dia 1º do mês que vem, a alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e...