Feirão Caixa da Casa Própria on-line oferece mais de 180 mil imóveis

Pela primeira vez, o Feirão da Casa Própria, promovido pela Caixa Econômica Federal, ocorre de forma digital. O evento vai até 4 de julho. Estão sendo ofertados mais de 180 mil imóveis novos e cerca de seis mil unidades habitacionais usadas, que pertencem à Caixa, com possibilidade de financiamento de 100% do valor da proposta.

Os interessados devem acessar a plataforma do evento e fazer a busca dos imóveis disponíveis por estado e município. No próprio sistema, a pessoa pode entrar em contato com a construtora que está vendendo o imóvel e obter todas as informações para fechar a compra. As cópias dos documentos podem ser enviadas pelo aplicativo Habitação Caixa, tudo de forma on-line. A plataforma permite fazer uma simulação de financiamento e tirar dúvidas com um correspondente do banco.

“Nós temos seis mil imóveis que podem ter zero de entrada, 35 anos para pagar e até seis meses de carência. Essa é uma revolução da Caixa Econômica Federal para atender melhor a vocês”, ressaltou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Os imóveis novos custam a partir de R$ 100 mil, já os pertencentes à Caixa têm preço médio de R$ 70 mil. Considerado o maior evento do ramo imobiliário, o Feirão Caixa da Casa Própria, agora na versão digital, atende às novas necessidades do cliente e do mercado, e espera movimentar cerca de R$ 10 bilhões em novos negócios. Mais de 800 incorporadoras imobiliárias e 1.100 correspondentes Caixa Aqui participam do evento.

O Feirão é a oportunidade para o servidor público Marcos Fernando, de Epitaciolândia, no Acre, aproveitar para adquirir um apartamento em Rio Branco. Isso porque o filho mais velho foi aprovado em um curso no Instituto Federal do Acre (IFAC) e precisará morar na capital. “Eu tenho interesse em participar desse Feirão da Casa Própria, nesta semana, porque ele oportuniza possibilidade de a gente adquirir um imóvel de forma mais organizada, de forma mais planejada, não diretamente pela imobiliária, como acontece da outra forma, mas com um cuidado maior, que a gente possa realizar um sonho de investir na casa própria.”

Saiba mais sobre o feirão

Quem pode financiar um imóvel?

As linhas de financiamento de imóveis atendem todas as faixas de renda familiar e possuem prazo de pagamento de até 35 anos, com destaque para a modalidade Poupança Caixa, lançada em 2021, com taxas a partir de 3,35% ao ano, somado à remuneração adicional da poupança e saldo devedor atualizado mensalmente pela TR (Taxa Referencial de Juros, que hoje está em 0%). Nessa modalidade, o cliente pode optar ainda por um prazo de carência de seis meses para início do pagamento da parcela de juros e amortização.

Posso usar recursos do FGTS?

Sim. Para utilizar os recursos da conta vinculada do FGTS na aquisição de moradia própria você deve contar com o mínimo de três anos sob o regime do fundo; não ser titular de financiamento imobiliário ativo, concedido no âmbito do Sistema Financeiro da Habitação (SFH), em qualquer parte do Território Nacional; não ser proprietário de outro imóvel residencial no mesmo município ou região metropolitana do exercício da ocupação laboral principal.

Onde estão localizados os imóveis?

Os imóveis estão localizados em todas as Unidades da Federação. O interessado pode fazer a filtragem por estado e município e conferir se existe disponibilidade na cidade.

São imóveis novos e usados?

Sim. São mais de 180 mil imóveis novos, a partir de R$ 100 mil, e outras 6 mil unidades retomadas pela Caixa, com preço médio de R$ 70 mil.

Existe vantagem para a aquisição de imóveis Caixa?

Sim. Os imóveis Caixa podem ser financiados até 100% do valor da proposta em até 35 anos, e taxas diferenciadas na modalidade Poupança Caixa, a partir de 2,50% ao ano, somado à remuneração adicional da poupança e saldo devedor atualizado mensalmente pela TR. Nessa modalidade, o cliente também poderá optar por carência de seis meses para início do pagamento da parcela de juros e amortização.

Acesse a plataforma do Feirão da Casa Própria

 


Leia mais

Leia também