FCO tem alta de mais de 25% nas contratações em 2022

Compartilhe

Empreendedores urbanos e produtores rurais da Região Centro-Oeste contrataram R$ 3,85 bilhões por meio do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO). Os números são relativos aos primeiros cinco meses de 2022 e representam um aumento de 25,4% no volume de recursos financiados no mesmo período do ano passado, quando foram acessados R$ 3,07 bilhões.

Os recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste são administrados pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e pela Superintendência do Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco). A instituição responsável pela operacionalização é o Banco do Brasil.

Embora as operações de crédito sejam voltadas, prioritariamente, a atividades de pequeno e médio porte, também são asseguradas condições atrativas de financiamento a grandes investidores.

A maior parte dos valores foi captada por empreendedores e produtores de menor porte, com um total de R$ 3,02 bilhões (equivalente a 78,4% do total). Outros R$ 834,35 milhões foram contratados por representantes enquadrados na categoria médio e grande portes.

“Os Fundos Constitucionais de Financiamento são instrumentos importantíssimos para estimularmos o desenvolvimento nas regiões que são consideradas prioritárias pela própria Constituição. Por meio deles, é possível que os empreendedores e produtores rurais possam desempenhar suas atividades nas suas localidades de origem e levar, por eles mesmos, o crescimento para essas regiões”, afirma o ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira.

Do total de R$ 3,85 bilhões do FCO, 80,5% do total foi acessado pelo setor rural, que foi responsável pela contratação de R$ 3,10 bilhões. O valor também é um avanço na comparação com 2021, quando o setor financiou R$ 2,39 bilhões.

Em seguida, aparece o setor de comércio e serviços — que captou R$ 538,92 milhões —, as áreas industrial (R$ 138,03 milhões), de infraestrutura (R$ 45,85 milhões) e de turismo (R$ 26,91 milhões).

Duas cidades atingidas por desastres receberão mais de R$ 1 milhão para ações de defesa civil<\/a>

Defesa Civil Nacional alerta para previsão de chuvas intensas em dois estados do Nordeste<\/a>

 Por estado

Na área de atuação da Sudeco, o principal destaque foi o volume de financiamento contratado por empreendedores urbanos e produtores rurais de Goiás. Eles foram responsáveis pela formalização de contratos que somaram R$ 1,28 bilhão.

Na sequência, aparecem Mato Grosso (R$ 1,24 bilhão), Mato Grosso do Sul (R$ 1 bilhão) e Distrito Federal (R$ 319,04 milhões).

Foto: Divulgação / MDRFoto: Divulgação / MDR

Leia também

Servidores participam de curso para gestão de fiscalização de contratos

O professor e advogado Alessandro Simões Machado, pós-graduado em Direito do Consumidor e Responsabilidade Civil e especialista em...

Construção da Barragem Santa Marina, em Cordeirópolis, recebe mais R$ 1 milhão para obras

Para dar continuidade nas obras da Barragem Santa Marina, a Prefeitura de Cordeirópolis, no interior de São Paulo,...

ES: funcionário morre após cobertura de galpão desabar em empresa de granito

  Telhas e vigas ficaram destruídas após parte de cobertura de galpão desabar no Sul do ES Um funcionário que...

Morador de rua é morto com tiro na cabeça, no centro de Barra de São Francisco

A polícia militar do 11º BPM de Barra de São Francisco, registrou uma tentativa de homicídio no centro...

Ônibus que leva universitários de Barra de São Francisco para Nova Venécia bate em vaca

Um ônibus da Viação Moretti, que leva universitários de Barra de São Francisco para Nova Venécia, se envolveu em um...

ES: homem é preso após tentar assaltar passageira com faca e arma falsa

    Passageiros conseguiram deter homem suspeito de tentar assaltar mulher até a chegada da Guarda Municipal, em Vitória —...

Ventos fortes, chuva fraca e vendaval: confira a previsão do tempo para a semana no Espírito Santo

  Tempo no ES A semana começa com tempo instável no Espírito Santo acompanhado de ventos moderados a fortes e...

Ponte aérea Rio-SP é a 1ª do mundo com embarque biométrico facial para passageiros

Os aeroportos de Congonhas, em São Paulo, e Santos Dumont, no Rio de Janeiro,  da rede Infraero, são...