Fazendeiro é morto com tiro na cabeça no Sul do Espírito Santo

Um fazendeiro, de 56 anos, foi agredido e morto a tiro, na noite desta quinta-feira (20), quando chegava em sua propriedade, que fica próxima ao Posto Caju, às margens da BR-101, em Presidente Kennedy, na divisa com Mimoso do Sul.

A vítima foi identificada com Adriano Gonçalves Rodrigues. O crime foi por volta de 22h50 de quinta. Havia muito sangue na cabeça da vítima, mas ainda estava sendo aguardada a chegada da perícia técnica da Polícia Civil para confirmar o local do tiro.

Um funcionário da fazenda, de 42 anos, disse que estava em um bar bebendo junto com o patrão pouco antes do crime. Eles retornavam para a propriedade rural, quando foram rendidos por dois homens armados.

O funcionário, que trabalha na propriedade desde quarta-feira (19), disse que foi agredido com coronhadas e obrigado a se deitar no chão. O patrão também levou coronhadas. A testemunha disse que estava deitada no chão, quando escutou um tiro.

Depois os criminosos amarraram suas mãos para trás, o levaram para dentro da casa, e o trancaram num dos quartos.

O funcionário contou que conseguiu se libertar da fita e sair do quarto somente nesta sexta-feira (21), pela manhã, e encontrou o patrão morto. Em seguida, ele chamou a polícia. Ainda não há pistas dos assassinos e nem informação se algo foi roubado da vítima ou da fazenda.


Leia mais

Lançado o Portal da Água Mineral

Leia também