Falta de chuvas em Matopiba favorece cultura do algodão e do milho

A falta de chuvas na primeira quinzena de julho na região de Matopiba, formada por áreas do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia, é positiva para a maturação e colheita de algodão e milho. A análise é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), por meio do Boletim de Monitoramento Agrícola.

De acordo com o estudo, a situação é diferente no Mato Grosso do Sul, onde as plantações ainda precisam de chuva. As lavouras ainda estão na fase de enchimento de grãos, o que pode ser prejudicado pela menor umidade do solo.

Embrapa lança plataforma que centraliza informações sobre a região de Matopiba para produtores rurais

Já na região do Sealba, que abrange trechos de Sergipe, Alagoas e Bahia, as chuvas têm ajudado no desenvolvimento da terceira safra de milho, apesar de ter atrasado a evolução das plantações de trigo e a colheita de milho no Sul do Brasil.

O boletim acompanha a evolução das lavouras e ajuda a fazer um diagnóstico mais preciso das condições da agricultura brasileira.

Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil

Leia mais

Leia também