Falta de acesso à internet para estudantes de escolas públicas é escancarada na pandemia

A falta da tecnologia para ter aulas durante o distanciamento social ocasionado pela pandemia, ficou escancarada. Nas escolas públicas os jovens têm pouco acesso à internet. O problema já tinha sido apontado na pesquisa TIC Educação 2019, divulgada em junho desse ano pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Segundo o levantamento, quase 40% dos estudantes da rede pública de ensino não contam com um computador e internet em casa.

O estudo é feito anualmente desde 2010 e a última publicação continuou apontando as deficiências no uso da tecnologia para educar os jovens brasileiros. Segundo Daniela Costa, coordenadora da pesquisa TIC Educação, a internet continua precária tanto nas escolas como nas casas dos jovens e é evidente a desigualdade no acesso.

“Apesar de 83% dos alunos de escolas urbanas serem usuários da internet, há muita desigualdade nesse acesso. Temos, por exemplo, 18% dos estudantes que acessam exclusivamente a internet pelo celular, sem uso de qualquer outro dispositivo”, destaca Daniela. “Muitas vezes esse celular é compartilhado entre os familiares e o aparelho, quase sempre, não comporta instalação de aplicativos e não há espaço para armazenamento de conteúdo.”

Segundo o levantamento, cerca de 99% das escolas urbanas têm pelo menos um computador conectado à internet, mas que isso não se estende aos alunos, uma vez que a tecnologia é usada somente no âmbito administrativo.

“Parece que está tudo bem, mas não está, porque em grande parte esse acesso à internet está na sala da direção, da coordenação, muito menos na sala de aula, que é onde os alunos utilizam. Muitas vezes não há condição de compartilhar esse acesso com os estudantes, porque a qualidade da rede não permite o compartilhamento com toda a comunidade escolar”, aponta.

Nas escolas rurais a situação é ainda mais complexa, já que apenas 40% delas contam com pelo menos um computador com acesso à internet. Segundo dados da pesquisa, 65% dos diretores de escolas rurais utilizam o próprio celular e o plano de dados particular para realizar atividades administrativas.

Fonte: Folha Capixaba

Leia mais

MPF/ES obtém condenação de funcionário público que fraudou atestados médicos

O Ministério Público Federal no Espírito Santo (MPF/ES) obteve a condenação de um técnico de enfermagem contratado pela Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (EBSERH)...

Homem é suspeito de estuprar criança no Espírito Santo e forçar o filho a ter relação sexual com ela, diz PC

Menina de 11 anos havia fugido de casa após uma discussão e foi abordada pelo suspeito no meio da rua. Ele foi preso preventivamente...

Hospital Estadual de Urgência e Emergência dá dicas de alimentação para evitar doenças relacionadas ao inverno

O inverno é a estação do ano em que as pessoas costumam ter mais resfriados e...

Governo Federal pagará R$ 16,3 bi do Auxílio Emergencial para 24 milhões de brasileiros até segunda-feira (20)

A caixa abriu, nesta semana, mais de 10 milhões de contas Poupança Social Digital, gratuitamente ...

Leia também

Mortes por Covid-19 apresentam queda de 8% no estado de São Paulo

O estado de São Paulo apresentou queda de 8% no número de mortes ocasionadas pela Covid-19. Entre 19 e 25 de julho, o estado...

Filho de sargento da PM é morto com tiro na nuca no Espírito Santo

  Um jovem de de 23 anos, filho de um sargento da Polícia Militar, foi assassinado com um tiro na nuca no bairro das Laranjeiras,...