Ex-sócio da Telexfree tem negado o recurso contra a perda da nacionalidade brasileira

O empresário Carlos Nataniel Wanzeler, ex-sócio da empresa TelexFree, teve negado o recurso contra a perda da nacionalidade brasileira, publicou o G1 ES.

O indeferimento do recuso foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (27). Wanzeler é acusado de organizar um suposto esquema de pirâmide financeira.

A perda da nacionalidade foi determinada por uma portaria do Ministério da Justiça e Segurança Pública em 2018. O empresário recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), que manteve o ato do ministério em fevereiro deste ano.

A decisão abre caminho para o julgamento pelo STF de um pedido de extradição feito pelos Estados Unidos, onde o empresário é alvo de um mandado de prisão.

Segundo o governo norte-americano, a TelexFree operou como uma pirâmide ilegal e causou prejuízo de mais de US$ 3 bilhões a mais de um milhão de pessoas em todo o mundo.

No Brasil, segundo o processo no STF, correm contra ele mais de 11 mil ações cíveis na Justiça apresentadas por pessoas físicas, 15 ações penais e uma ação civil pública por conta do episódio da Telexfree.

Leia mais

Leia também