Ex-presidente da África do Sul, Jacob Zuma se entrega à polícia e é levado preso


O ex-presidente Jacob Zuma, da África do Sul, se rendeu à polícia e está a caminho para se entregar a funcionários do departamento de serviços correcionais.

Ele cumpriu a ordem do Tribunal Constitucional e será processado por uma unidade correcional em KwaZulu-Natal nas primeiras horas da manhã de quinta-feira.

No domingo, 4, ele disse que não se entregaria à polícia. O ex-presidente sulafricano de 79 anos disse que seus “direitos constitucionais foram violados” por juízes do tribunal constitucional do país.

“Mandar-me para a prisão durante o auge de uma pandemia, na minha idade, é o mesmo que me condenar à morte”, acrescentou Zuma.


Leia mais

Leia também