Ex-prefeito de Águia Branca terá que devolver mais de R$ 220 mil reais

Condenado desde junho de 2015 pelo Tribunal de Contas do Espírito Santo a devolver, aproximadamente, R$ 228 mil (66.120,24 VRTEs em valores de 2019) aos cofres municipais, o ex-prefeito Jailson José Quiuqui (MDB), de Águia Branca, na região Noroeste do Estado, beneficia-se da burocracia e outras mazelas para se livrar da execução da sentença.

Os autos do Processo TC 4670/2004 estão parados no gabinete do então conselheiro José Antônio Pimentel há mais de dois anos. A última movimentação registrada data de 20.12.2016, quando o processo foi recebido e engavetado pelo conselheiro, que foi afastado pelo Superior Tribunal de Justiça.

Hoje, a vaga de Pimentel é ocupada pelo novo conselheiro Rodrigo Coelho, que era deputado estadual até o ano de 2018 e foi escolhido para ocupar o colegiado, assumindo os processos do antigo ocupante do cargo.

Jailson ainda responde a ações por atos de improbidade administrativa, como nos autos do processo 0000437-27.2007.8.08.0057, que tramita na Comarca de Águia Branca, em que o Ministério Público o acusa de ter doado uma área pública em 2004 a Gilmar Strzepa, que viria a ser vice-prefeito municipal em 2013-2016.

SUPERFATURAMENTO

J       aílson Quiuqui foi condenado pelo Tribunal de Contas do Estado do Espírito Santo a ressarcir os cofres municipais por atos irregulares cometidos no exercício do mandato em 2004. A Corte considerou que Quiuqui pagou, indevidamente, por serviços não executados e superfaturou obras, e suas contas foram julgadas irregulares.

Em razão da existência de dano, os autos foram convertidos em Tomada de Contas Especial pela 2ª Câmara, nos termos do voto do relator, conselheiro Sérgio Borges, que acompanhou os pareceres técnico e ministerial.

Trata-se de Relatório de Auditoria Ordinária de Engenharia, realizada na Prefeitura Municipal de Águia Branca, relativa ao exercício de 2004, referente à análise dos contratos de obras e serviços.

Outras irregularidades encontradas foram: mesma empresa executou projeto e obra contrariando a lei de licitações; não foi comprovada que as empresas convidadas tinham habilitação para prestarem serviço contratado; edital não possui critério de aceitabilidade de preços; obra executada com baixa qualidade em desacordo com o projeto; obra licitada sem projeto básico completo; qualidade inferior de alguns serviços executados.

De acordo com o Acórdão disponível no site do TCE-ES, foram encontradas irregularidades nas seguintes contratações:

Contrato N° 107/2004. Objeto: Locação de retroescavadeira para abertura de poços nos Assentamentos 16 de Abril e Rosa de Sharon. Modalidade da licitação: Convite Contratada: Breda Tratores Ltda. – ME. Valor inicial: R$ 7.500,00. Situação da obra em 31/12/2004: Concluída

Convite N° 30/2004 Objeto: Pavimentação asfáltica na sede do Município. Modalidade da licitação: Convite Contratadas: Centro Oeste Asfaltos Ltda.; Toledo Ind. E Com. Britas; Esteinge – Stein Engenharia e Construções Ltda. Valor inicial: R$ 36.583,00 (Centro Oeste), R$ 9.648,00 (Toledo), e R$ 73.500,00 (Stein). Situação da obra em 31/12/2004:

Concluída

Contrato N° 101/2004 Objeto: Recuperação de uma ponte sobre o rio São José e construção de uma ponte sobre o córrego Águas Claras. Modalidade da licitação: Convite Contratada: THN Construções Ltda. Valor inicial: R$ 122.754,27. Situação da obra em 31/12/2004: Concluída

Contrato N° 104/2004 Objeto: Construção de quadra poliesportiva localizada na comunidade de Barra do Sertão. Modalidade da licitação: Convite Contratada: THN Construções Ltda. Valor inicial: R$ 40.198,38 Situação da obra em 31/12/2004: Concluída.

Fonte: Folha do ES

Leia mais

Governo do Presidente Jair Bolsonaro completa 600 dias

Em destaque o círculo azul com a inscrição Ordem e Progresso da Bandeira do Brasil e ao fundo detalhe da Bandeira Presidencial do Brasil...

GO: Oficina do “Destrava” garante subsídios para retomada de obras paradas no estado

A falta de transição entre os governos, assim como a demora na aprovação do termo de compromisso e no repasse dos recursos federais estão...

Mais quatro escolas estaduais recebem painéis fotovoltaicos

Na próxima semana, quatro escolas da Rede Pública Estadual vão receber a instalação de painéis fotovoltaicos....

Tribunal de Justiça do ES autoriza que 150 detentos cumpram prisão domiciliar durante pandemia

O Tribunal de Justiça do Espírito Santo autorizou...

Leia também

Sancionada lei que aumenta punição para maus-tratos de animais

A prática de abuso e maus tratos a animais será punida com pena de reclusão de dois a cinco anos, além de multa e...

Auxílio Emergencial extensão: publicado calendário de pagamento

As parcelas têm o valor de R$ 300 ou R$ 600 para os casos de mães que são chefes de família Foto: Agência Brasil A...

Ministério da Educação publica edital do Fies para vagas remanescentes

Os candidatos deverão se inscrever, exclusivamente, pela página do Fies Foto: Agência Brasil O Ministério da Educação publicou nesta terça-feira (29) o edital referente as...

Reforma tributária tem debate adiado e segue sem previsão de aprovação pelo Congresso

Marcada para essa segunda-feira (28), a reunião que ouviria os formuladores técnicos das propostas que tratam de uma reforma tributária foi cancelada. Ainda não...