Ex-ministro boliviano denuncia que oposição de direita planejava assassinar Evo Morales


O ex-ministro do Governo da Bolívia, Carlos Romero, afirmou no sábado (19), por meio de um vídeo transmitido em sua conta oficial do Facebook, que durante o golpe liderado por setores de extrema direita, se pretendia assassinar o então presidente, Evo Morales.

Na mensagem, o político boliviano afirmou que havia um plano para eliminar fisicamente o ex-presidente boliviano. Conforme detalhado, um policial pretendia prender Evo Morales com uma ordem expressa de matá-lo. 

Evo Morales

Evo Morales (Foto: © REUTERS/David Mercado/Direitos Reservados)