Ex-ministra do governo golpista da Bolívia diz ter fugido e em busca de asilo

Compartilhe

Sputnik – A ex-ministra do Meio Ambiente e Água, Maria Pinckert, do governo boliviano de Jeanine Áñez, declarou ter fugido da Bolívia após o Ministério Público ter iniciado investigação e emitido mandado de prisão contra ela.

Em uma carta propagada nas redes sociais, Pinckert afirmou ter pedido asilo político, sem revelar a qual país. A ex-ministra disse estar disposta a comparecer perante a Justiça boliviana “quando [esta] for imparcial novamente” e puder garantir seus direitos fundamentais.

O Ministério Público da Bolívia emitiu um mandado de prisão contra a alta funcionária em 1º de abril, por não ter comparecido em 31 de março para dar testemunho relacionado a uma investigação de corrupção em curso.

Em março, a ex-presidente interina boliviana, Jeanine Áñez, foi detida sob suspeita de terrorismo, sedição e conspiração, pelo golpe de Estado que levou à renúncia do ex-presidente da Bolívia, Evo Morales. Logo depois, Áñez anunciou ter recebido quatro meses de prisão administrativa para aguardar julgamento. Dois membros do governo Áñez, o ex-ministro da Justiça, Alvaro Coimbra, e o ex-ministro da Energia, Rodrigo Guzmán, também foram detidos como parte da mesma investigação.

No final do mês passado, a detenção da ex-presidente interina foi estendida para seis meses, tanto como para Coimbra e Guzmán.

Em novembro de 2019, Morales renunciou à presidência e fugiu da Bolívia sob pressão dos militares após a oposição boliviana, liderada por Carlos Mesa, ter alegado que houve violações em massa durante eleições presidenciais, que tiveram Morales como vencedor. A maioria dos altos funcionários bolivianos também renunciou.

O poder boliviano foi assumido por Áñez que, na época, era a vice-presidente da oposição do Senado. Morales qualificou os eventos como golpe. Áñez organizou eleições presidenciais que ocorreram em 8 de outubro de 2020. As eleições acabaram levando à vitória de Luis Arce, do partido Movimento ao Socialismo de Morales, e à consequente volta de Evo para Bolívia em novembro de 2020.

 

Reuters

Reuters (Foto: Reuters)

Leia também

Entenda o significado de termos usados em época de eleição

As convenções partidárias, que poderiam ser realizadas até a última sexta-feira (5), formalizaram candidaturas às eleições deste ano,...

ES: mulher acusada de matar o filho recém-nascido com golpe de tesoura vai a júri

  O julgamento da mulher acusada de matar o filho recém-nascido com um golpe de tesoura em junho de...

André Fagundes anuncia recursos para serviços de pediatria e ortopedia todos os dias, a partir de setembro

  O prefeito de Nova Venécia, André Fagundes (PDT), anunciou, durante uma coletiva na manhã desta sexta-feira (12), que...

Abertura da Copa Rural de Futebol Amador movimentou o Bagaço neste sábado (13)

Aconteceu neste sábado (13), na comunidade do Bagaço a abertura da Copa Rural 2022, com a presença de...

Espírito Santo reforça monitoramento e declara ‘Estado de Atenção’ sobre situação hídrica

  Nesta segunda-feira (15), o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Recursos Hídricos (Agerh), publicou a...

ES: adolescente é espancada e tem cabelo raspado por traficantes que a acusaram de informar rivais

  Caso foi registrado na Delegacia Regional de Vila Velha, no Espírito Santo — Foto: Reprodução/ TV Gazeta Uma adolescente...

Cappitella terá ensaio técnico neste sábado (13)

  Acontece neste sábado, dia 13, a partir das 15h, o ensaio técnico da Carrettino dela cappitella, com saída...

Inflação e saúde financeira, golpe, monkeypox e nova tecnologia em aeroportos

No episódio desta semana (12), o podcast Giro Brasil 61 faz um alerta sobre golpe aplicado em beneficiários...