EUA tentam aplicar cenário de ‘revolução colorida’ a Cuba, diz Rússia


Sputnik – Os Estados Unidos estão tentando aplicar a Cuba o cenário de “revolução colorida”, disse nesta quinta-feira (15) Maria Zakharova, a representante oficial do Ministério das Relações Exteriores da Rússia. 

“A lógica aqui é simples. Ela já foi testada muitas vezes por Washington em diferentes situações, mas tudo na mesma forma – na instigação de ‘revoluções coloridas’ contra regimes indesejáveis. No início contra eles são introduzidas sanções, são criados ou impostos do exterior problemas artificiais, que agravam a situação socioeconômica. Com base nisso, são provocadas tensões e inflamados os sentimentos antigovernamentais”, disse Zakharova. 

“E quando a ‘massa crítica’ se acumula, a culpa é atribuída ao governo nacional. Ele é rotulado, suas atividades são desacreditadas de todas as maneiras, e dessa forma a situação é levada até o colapso. O mesmo algoritmo eles estão tentando aplicar agora a Cuba”, acrescentou a representante oficial. 

De acordo com ela, “apesar de todas as medidas aplicadas pelas autoridades centrais cubanas para manter a economia do país e ajudar a população, são elas que são acusadas por Washington pela atual situação de crise”. 

A diplomata russa disse ainda que, como sempre, os norte-americanos ocultam suas próprias atividades subversivas e intenções conjunturais.

Inscreva-se no canal Cortes 247 e saiba mais: 

 

Maria Zakharova e manifestação em Cuba

Maria Zakharova e manifestação em Cuba (Foto: Reuters)

Leia mais

Leia também