EUA desperdiçaram pelo menos US$ 2,4 bilhões no Afeganistão, diz watchdog


Monitor do Oriente Médio Washington desperdiçou bilhões de dólares desde 2008 em edifícios e veículos que foram abandonados ou destruídos no Afeganistão, revelou hoje um relatório de um órgão de vigilância do governo dos EUA.

O inspetor-geral especial para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) informou que cerca de US$ 2,4 bilhões em ativos dos US$ 7,8 bilhões “não foram usados ​​ou abandonados, não foram usados ​​para os fins pretendidos e, ainda, se deterioraram ou foram destruídos”.

Enquanto mais de US$ 1,2 bilhão estava sendo usado como pretendido, o SIGAR disse que apenas US$ 343,2 milhões em edifícios e veículos “foram mantidos em boas condições”.

“O fato de que tantos ativos de capital acabaram não sendo usados, deteriorados ou abandonados deveria ter sido a principal causa de preocupação para as agências que financiam esses projetos”, disse o inspetor-geral especial John F. Sopko no relatório. “No entanto, as agências continuaram com uma abordagem ‘business as usual’ com seus esforços de reconstrução no Afeganistão, resultando em pelo menos US$ 2,4 bilhões em fundos do contribuinte dos EUA sendo desperdiçados em ativos de capital.”

Observando que o watchdog não inspecionou todos os projetos de ativos de capital financiados pelos EUA no Afeganistão, Sopko disse que a quantidade real de resíduos é “quase certamente maior”.

Os EUA invadiram o Afeganistão em 2001.

(Foto: AFP 2019 / Johannes Eisele)

Leia mais

Leia também