EUA avisam que farão o possível para impedir conclusão do gasoduto Nord Stream 2


Sputnik – Os EUA avisaram a Alemanha sobre as medidas possíveis para impedir a construção do gasoduto Nord Stream 2 (Corrente do Norte 2), alertando que o projeto ameaça a segurança energética da Europa e dos aliados da OTAN.

Os Estados Unidos advertiram a Alemanha que não estão dispostos a comprometerem-se na disputa sobre o projeto do gasoduto Nord Stream 2 e afirmaram que usarão todas as medidas possíveis para impedir sua construção, segundo informou o jornal alemão Der Tagesspiegel na segunda-feira (12), citado pela agência Anadolu.

A administração do presidente norte-americano Joe Biden está “determinada a usar todas as alavancas disponíveis para evitar a conclusão do Nord Stream 2”, afirmou o porta-voz da embaixada dos EUA em Berlim, Joseph Giodono-Scholz, à mídia.

Berlim esperava que a administração Biden adotasse uma abordagem pragmática para o projeto, que levará gás russo à Europa, uma vez que já está 95% concluído.

“É um projeto geopolítico da Rússia que ameaça a segurança energética da Europa, bem como a da Ucrânia e os parceiros orientais da OTAN”, afirmou Giordono-Scholz.

Alguns parceiros dos Estados Unidos e algumas destacadas vozes alemãs compartilham esta opinião, declarou o porta-voz da embaixada dos EUA em Berlim, advertindo sobre as possíveis sanções impostas às empresas envolvidas no projeto.

“Continuaremos a registrar qualquer organização que possa estar envolvida em qualquer atividade sancionada e deixamos claro que qualquer empresa corre o risco de ser penalizada por participar no Nord Stream 2”, garantiu Giodono-Scholz.

O projeto Nord Stream 2 prevê a construção de duas linhas de um gasoduto com uma capacidade total de 55 bilhões de metros cúbicos de gás por ano da costa russa até a Alemanha, através do mar Báltico. Empresas da Áustria, França e Países Baixos também fazem parte do projeto. Até o momento, os Estados Unidos já impuseram duas rodadas de sanções ao Nord Stream 2.

(Foto: © Sputnik / Sergei Guneev)

Leia mais

Leia também