Estudante conta suas estratégias para ter alcançado bom resultado na redação do Enem

Isabelly Marvila Leonardo Ribeiro, ex-aluna do Centro Estadual de Ensino Fundamental e Médio em Tempo Integral (CEEFMTI) Washington Pinheiro Meireles, de Itapemirim, apostou em fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na 2ª série do Ensino Médio, como trainee, com intuito de se preparar para o Exame de 2020, em que já estaria na 3ª série. Desse modo, ela estaria com experiência para ter uma boa pontuação. E assim aconteceu. Ela conquistou 980 pontos na redação.

“Com os erros da minha prova como trainee pude aprender muito sobre a redação do Enem, porque te dá um tema, e não simplesmente pede a sua opinião. Você tem que seguir uma série de itens para ser bem pontuado. Tem um estilo muito particular que o Enem cobra, e é isso que faz aumentar sua pontuação”, disse Isabelly Marvila Leonardo Ribeiro.

A estudante também contou como foi sua estratégia de rotina de estudos. “Eu escrevia uma redação por semana, ao longo do ano eu fiz cerca de 40 redações. Outro ponto importante é que eu tirava um dia da semana não só para produzir redação, mas também para estudar redação. A redação tem que ser estudada, assim como Física, Filosofia e História. É preciso estudar o que escrever em cada parágrafo, estudar as cinco competências, que são os critérios avaliados no Exame. E estudar com base em temáticas, como saúde, tecnologia, sociedade. Esse é o caminho”, explicou Isabelly Marvila Leonardo Ribeiro.

Leia mais

Leia também