Estados e municípios recebem 862 mil unidades de medicamentos para intubação em atendimento emergencial

O Ministério da Saúde apresentou nesta semana estratégias realizadas juntamente com outros órgãos, como Receita Federal e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), para equalizar estoques de medicamentos. 

Com aproximadamente 15 requisições administrativas realizadas, foram entregues mais de 860 mil unidades para o atendimento emergencial das demandas da rede pública de estados e municípios. O produto foi adquirido, após transação junto à indústria farmacêutica, sem comprometer as aquisições pela rede privada.

As ações, de acordo com informações da Casa Civil, foram capazes de evitar o desabastecimento prolongado de medicamentos de intubação orotraqueal para tratamento de pacientes graves com Covid-19. 

Entre as iniciativas estão a chamada “Operação Uruguai”, que conseguiu requisitar o excedente produzido dos medicamentos no país vizinho. Também foi feito um acordo de cooperação para equalizar o estoque daqueles estabelecimentos em tempo real. A partir daí, a ideia é fazer o abastecimento em tempo hábil dos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). 

 

Foto: Arquivo/EBC

Leia mais

Leia também