Estado receberá 10 mil doses da vacina da Pfizer para vacinação contra Covid-19

O Governo do Estado receberá, nos próximos dias, por parte do Ministério da Saúde, 10 mil doses da vacina Pfizer para dar continuidade à imunização da população capixaba contra o novo Coronavírus (Covid-19). A confirmação do envio foi feita pelo secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, junto ao subsecretário de Estado da Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin, em coletiva de imprensa nesta sexta-feira (30).

“Deveremos dedicar, conforme orientação do Ministério, as vacinas da Pfizer à Capital,Vitória, que poderá aplicar dentro da população-alvo com comorbidades, ao longo das próximas semanas”, explicou o secretário Nésio Fernandes.

Ainda segundo o secretário, o quantitativo confirmado de 10 mil doses será destinado como primeiras doses.

De acordo com o subsecretário Luiz Carlos Reblin, a Secretaria da Saúde (Sesa) está se preparando, com a Rede Estadual de Frio, para o condicionamento desses insumos. “São insumos que dependem de temperaturas mais baixas e temos esse tipo de equipamento suficiente para receber as doses previstas”, informou Reblin.

O subsecretário destacou também que os profissionais da saúde estadual, junto aos do município de Vitória, vêm definindo o mecanismo de utilização da vacina.

Profissionais da saúde recebem capacitações para aplicação da vacina

Devido às especificidades do imunizante, profissionais da saúde receberam, ao longo desta semana, capacitações para aplicação.

“Tivemos reuniões nacionais de capacitação com o Ministério da Saúde sobre o manuseio deste imunizante com a nossa equipe estadual. Com os conhecimentos, nos reunimos também com os profissionais de Vitória para alinhamento das estratégias do uso da vacina”, informou a coordenadora do Programa Estadual de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo.

Ainda na tarde desta sexta-feira (30), profissionais estaduais e municipais estiveram juntos para mais uma etapa de preparação, com a equipe que trabalhará na frente de vacinação com a Pfizer.

“É importante todo esse passo a passo junto ao município para que tenhamos as estratégias bem definidas e qualificadas, uma vez que se trata de uma nova vacina e com todas especificidades que a mesma tem, como a questão do armazenamento, da aplicação e do manuseio”, disse Danielle Grillo.

De acordo com a coordenadora, o tempo máximo de armazenamento das doses na Rede de Frio estadual será de 14 dias em freezers científicos com temperatura a -20ºC e na Rede de Frio municipal e serviços de vacinação de Vitória será de cinco dias em câmaras de refrigeração entre +2 a +8ºC.

Leia mais

Leia também