Estado investe R$ 11 milhões na construção e reforma de escolas em Guaçuí e Alegre

Foto: Hélio Filho/Secom

O Governo do Estado está investindo mais de R$ 11 milhões em obras de construção, reforma e ampliação de unidades escolares nos municípios de Guaçuí e Alegre, na microrregião Caparaó. Na manhã desta sexta-feira (16), o governador Renato Casagrande esteve nos dois municípios para a entrega de obras e a assinatura de Ordens de Serviço. Também foram anunciadas novidades nas áreas da saúde, infraestrutura e assistência social nos municípios.

Na primeira parada da agenda oficial, o governador esteve em Guaçuí para autorizar o início das obras de reforma, ampliação e instalação de usina fotovoltaica no Centro Estadual de Ensino Médio de Tempo Integral (CEEEMTI) Monsenhor Miguel de Sanctis. O investimento estimado em R$ 7.468.397,04 vai permitir o aumento no número de vagas oferecidas à população.

As obras consistem na substituição total do telhado, esquadrias, revestimentos, pisos, reforma dos banheiros, cozinha, refeitório, pintura geral da escola, além da implantação de usina fotovoltaica, visando à economia nas contas de energia e também reforçando o compromisso do Governo do Estado com a sustentabilidade ambiental. A escola passará a contar ainda com laboratório de Química/Biologia, laboratório Física/ Matemática, sala de Artes, coordenação, 14 salas de aula, setor administrativo completo, biblioteca, área de serviço completa, quadra e vestiários. 

Ainda no município, o governador deu Ordem de Serviço para a reforma do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). Casagrande esteve ainda no Hospital Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí (SCMG), onde assinou o termo que formaliza e autoriza a aquisição de equipamentos que serão instalados nas novas salas de cirurgias da unidade. Serão repassados R$ 400 mil para a aquisição de foco cirúrgico de teto, aparelho de anestesia com monitor multiparamétrico e mesa cirúrgica com extinção ortopédica.

Além disso, o governador participou da entrega do novo Centro de Terapia Renal Substitutiva (CTRS) no hospital. O local passou por uma ampliação que instalou mais dez cadeiras para atendimento aos pacientes. Com isso, passa a ter a capacidade de 106 atendimentos divididos em três turnos de trabalho. Antes da reforma, o CTRS atendia 66 pacientes em dois turnos. A Santa Casa de Guaçuí faz parte do “Mutirão de Cirurgias Eletivas”, anunciado esta semana pelo governador. O município também está sendo contemplado pelo serviço “Medicamento em Casa”.

“Com Deus nos dando saúde, vamos fazer até o fim do ano que vem o maior investimento da história do Espírito Santo. Em Guaçuí, estamos fazendo a Companhia de Polícia, passamos recursos e abrimos leitos na Santa Casa, aumentamos a Hemodiálise, trouxemos a Farmácia Cidadã, anunciamos as reformas de escolas e do Cras e trouxemos o SAMU 192. Tudo isso, apenas nessa gestão. Acreditamos que o trabalho transforma. Ainda mais na educação. Jamais se investiu tanto na educação. Queremos mudar a vida das pessoas, gerando mais oportunidades aos nossos capixabas”, afirmou o governador Casagrande.

O prefeito do município, Marcos Luiz Jahuar, fez um agradecimento especial pela atenção do Governo do Estado com os guaçuienses.  “Queria agradecer ao governador Renato Casagrande, pois nunca se investiu tanto em Guaçuí em tão pouco tempo. Os investimentos estão mudando a vida do povo de Guaçuí, gerando oportunidades”, declarou.

Em Guaçuí, 175 propriedades rurais foram atendidas desde o início do Programa Reflorestar, com 213,18 hectares de floresta sendo restauradas com apoio do programa e mais 297,85 hectares de floresta nativa recebendo Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA) e sendo mantidas e/ou restauradas. O total de investimentos no município é de mais R$ 2,7 milhões até junho/2021.

Mais investimentos

Em seguida, o governador Casagrande foi ao município de Alegre para o anúncio de mais entregas. Foi inaugurada a reforma da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Sirena Rezende Fonseca, no distrito de Celina. Iniciada em abril de 2020, a obra contemplou a reforma da quadra poliesportiva da unidade de ensino e do pavimento superior do bloco escolar, substituição dos piso e esquadrias e assentado cerâmica 10 x 10 cm no térreo. Na área externa será executada rampa de acesso ao prédio, reforma do muro, instalação de gradil nylofor e urbanização. Ao todo, foram investidos quase R$ 2 milhões.

Casagrande também assinou a Ordem de Serviço para a construção do Centro Municipal de Ensino Infantil (CMEI) Tio Teotônio Barbosa. O investimento total é de R$ 2.117.577,26 e vai permitir dobrar a oferta de vagas na unidade de ensino. Serão construídas 10 salas de aula, refeitório, auditório, sanitários acessíveis, além de uma área de recreação externa.

“Fizemos um investimento forte na cidade de Alegre na contenção de encostas, pois o terreno da cidade é suscetível a deslizamentos. Estamos contratando ainda horas/máquina para melhorarmos as estradas de Alegre. Uma escola como essa muda a vida das pessoas. Sabemos que não dá para fazer tudo o que precisa em quatro anos, mas não posso entregar um Estado pior do que eu recebi. Por isso, estamos fazendo um investimento robusto no Espírito Santo, que está mudando a cara deste Estado”, pontuou o governador Casagrande.

Para o prefeito de Alegre, Nemrod Emerick, o Nirrô, a união é de todos os entes é fundamental para o desenvolvimento do município. “Sofremos com a falta de água no início do ano e o governador Casagrande nos ajudou muito nesse momento difícil que passamos. Recentemente estivemos com o governador, dialogamos e apresentamos algumas demandas. Entre elas, uma que estamos realizando aqui, hoje, que é o repasse para a construção do CMEI Tio Teotônio Barbosa. Estamos fazendo uma política de união para construirmos um município mais forte.”

Durante a agenda no município, o governador Casagrande e o secretário de Estado de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social em exercício, Severino Alves da Silva Filho, assinaram o termo de adesão do Município de Alegre ao projeto Compra Direta de Alimentos (CDA). Essa iniciativa permite que os municípios adesos ao projeto, adquiram alimentos produzidos por unidades familiares de seus territórios, com recursos repassados pelo Estado.

A ação vai garantir renda dos agricultores familiares e a alimentação saudável de pessoas em risco alimentar, que são atendidas pela rede de proteção social do próprio município. A parceria com o município de Alegre terá o investimento de R$ 195.000,00, beneficiando 30 agricultores familiares e cinco entidades ou equipamentos de assistência social.

O município de Alegre recebeu no ano passado o repasse de R$1.712.714,64 do Fundo Cidades, criado pelo Governo do Estado para financiar e fomentar os investimentos municipais em áreas consideradas prioritárias para o desenvolvimento regional do Espírito Santo. Os recursos são destinados a obras de pavimentação e drenagem das ruas do município, e de saneamento, com construção de fossas sépticas nas comunidades rurais.

Também no município, 152 propriedades rurais foram atendidas desde o início do Programa Reflorestar, com 380,04 hectares de floresta sendo restauradas com apoio do programa e mais 173,54 hectares de floresta nativa recebendo Pagamentos por Serviços Ambientais (PSA) e sendo mantidas e/ou restauradas. O total de investimentos no município é de mais R$ 3,09 milhões até junho/2021.

Nas próximas semanas, o Programa Reflorestar irá lançar o novo edital com investimento de mais R$ 31 milhões. Para a região do Caparaó, a previsão é de que a ação chegue até 200 novos produtores rurais, podendo atender a 20 propriedades rurais em cada um dos municípios.

Estiveram presentes na solenidade, os secretários de Estado, Gilson Daniel (Governo) e Tyago Hoffmann (Inovação e Desenvolvimento); os prefeitos Ninho (Dores do Rio Preto), Victor Coelho (Cachoeiro de Itapemirim); Paulo Lemos (Ibitirama); Romário (Iúna); Dito Silva (Muniz Freire); Robertino Batista da Silva (Marataízes); o deputado federal Josias Da Vitória; os deputados estaduais Luciano Machado e Marcos Mansur; além de vereadores, secretários municipais e lideranças da região.


Leia mais

Leia também