Estado indiano encontra nova mutação Delta Plus do vírus


Sputnik – O estado indiano de Maharashtra informou sobre 20 casos de infecção por uma nova variante da cepa do coronavírus, nomeada de Delta Plus (B.1.617.2.1).

“Encontramos a Delta Plus em Nova Bombaim, Palghar e Ratnagiri. Depois disso enviamos mais amostras para análise e esperamos os relatórios”, disse o chefe do Departamento de Educação e Pesquisa Médica, dr. T.P. Lakham, ao canal de televisão India TV.

Cinco casos de infecção com a nova cepa foram registrados na cidade portuária de Ratnagiri. Dois dos infectados não tinham sintomas da doença. Para conter a propagação do coronavírus as autoridades criaram zonas de contenção e bloquearam as áreas onde descobriram a mutação.

A cepa do coronavírus B.1.617 foi registrada na Índia em 5 de outubro de 2020 no estado de Maharashtra. Ultimamente ela foi encontrada em muitos países. Segundo os médicos locais, esta cepa poderia ser a causa da segunda onda da COVID-19 na Índia.

Anteriormente foram descobertos três subtipos desta cepa: B.1.617.1, B.1.617.2 e B.1.617.3. O novo subtipo é diferente por ter a mutação K417N na proteína de espícula, esta pode diminuir a atividade do soro e dos anticorpos em pessoas recuperadas e vacinadas.

A Índia continua na segunda posição no mundo pelo número de casos confirmados da COVID-19. Segundo os últimos dados do Ministério da Saúde indiano, desde março do ano passado, quando começou a pandemia no país, foram registrados mais de 29,8 milhões de casos de infectados pelo vírus, 28,7 milhões de pessoas se recuperaram, mais de 386 mil morreram e 729 mil estão sendo tratadas.

Pandemia da Covid-19 na Índia

Pandemia da Covid-19 na Índia (Foto: Reuters)

Leia mais

Leia também