Espírito Santo continua apresentando queda no número de casos de dengue em 2021

A Secretaria da Saúde (Sesa) divulga, nesta quinta-feira (25) o 7° boletim epidemiológico da dengue, zika e chikungunya. O Espírito Santo segue registrando queda no número de casos de dengue comparados ao ano de 2020.

Entre os dias 03 de janeiro de 2021 e 20 de janeiro de 2021 foram notificados 1.327 casos da doença. Já no mesmo período do ano passado, foram 12.118 casos.

Entretanto, os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor dessas doenças, devem permanecer durante todo o ano. O chefe do Núcleo Especial de Vigilância Ambiental, Roberto Laperriere Júnior, alerta que o pico de casos das arboviroses, este ano, pode ocorrer em um período posterior ao que historicamente acontece.

“No mês de janeiro nós passamos por um período de estiagem no Estado. Com isso, o número de casos das arboviroses tende a diminuir. Entretanto, com a chegada da chuva no mês de fevereiro, os casos podem voltar a subir, tendo em vista que temos condições favoráveis para o vetor. Temos que nos prevenir para diminuir a mortalidade por essas doenças”, enfatizou Laperriere.

 

Veja aqui o 7º boletim da dengue.

Veja aqui o 7º boletim de zika.

Veja aqui o 7º boletim chikungunya.


Como prevenir

– Limpar o quintal, jogando fora o que não é utilizado;

– Tirar água dos pratos de plantas;

– Colocar garrafas vazias de cabeça para baixo;

– Tampar tonéis, depósitos de água, caixas d’água e qualquer tipo de recipiente que possa reservar água;

– Manter os quintais bem varridos, eliminando recipientes que possam acumular água, como tampinha de garrafa, folhas e sacolas plásticas;

– Escovar bem as bordas dos recipientes (vasilha de água e comida de animais, pratos de plantas, tonéis e caixas d’água) e mantê-los sempre limpos.

 

Leia mais

Leia também