Estado anuncia pagamento do Bônus Desempenho para servidores da Educação

O governador Renato Casagrande e o secretário de Estado da Educação, Vitor de Angelo, anunciaram, nesta quinta-feira (27), a concessão da Bonificação por Desempenho para 16.100 profissionais ativos da Educação, referente ao exercício de 2019. A previsão é que o bônus seja pago na folha de pagamento de outubro. A portaria que estabelece o valor do Indicador de Desenvolvimento das Escolas Estaduais do Espírito Santo (IDE) e do Índice de Merecimento da Unidade (IMU) será publicada no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (28).

“É um direito e um reconhecimento do trabalho dos professores e servidores. O pagamento costuma ser no mês de julho, mas por conta da pandemia tivemos que adiar até outubro. Esse ano serão R$ 35 milhões para o pagamento do benefício. Iniciamos o pagamento do Bônus em nossa primeira gestão, em 2011, e agora podemos continuar reconhecendo o trabalho dos servidores da educação. Nossa gestão fiscal responsável, que mantivemos com a Nota A, nos garante o pagamento deste incentivo. A educação é o caminho mais rápido para fazer inclusão social e gerar oportunidades”, pontuou o governador Casagrande.

O secretário Vitor de Angelo reforçou que essa é uma medida de valorização e de reconhecimento a todos os profissionais da Educação. “Amanhã publicaremos a portaria que traz o valor do Indicador de Desenvolvimento e o Índice para cada servidor, que, em média, receberá, em outubro, até um salário e meio como adicional ao seu salário”, informou.

O Bônus Desempenho é regulamentado pela Lei Complementar nº 504 e pelo Decreto nº 2761-R, alterado pelo Decreto 3949-R e Lei Complementar 887, que concede aos profissionais ativos no âmbito da Secretaria da Educação (Sedu), a Bonificação por Desempenho, sendo que o período de avaliação é de acordo com o calendário escolar.

A bonificação concedida, anualmente, aos profissionais que atuam em escolas e outras unidades da Sedu, é calculada com base em indicadores coletivos e individuais. O profissional da Sedu pode receber até um salário e meio a mais por ano, conforme os resultados apurados pela unidade na qual exerce suas funções, mais o seu desempenho individual. Ainda não há a quantidade de servidores beneficiados, pois os cálculos dos índices ainda estão sendo levantados.

 

Leia mais

Pipeiros se defendem de acusação de praticarem queimadas em Barra de São Francisco

Pipeiros Nesta quarta feira, 15/07/2020, uma matéria em relação a queimadas em bairros de Barra de São Francisco, pegou os soltadores de pipa (pipeiros) de...

FES determina suspensão do Capixabão 2020 e Estadual Série B 2020

Considerando as medidas preventivas recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), Ministério da Saúde e Secretaria...

Polícia Civil apreende 1.300 frascos de azeite adulterado no Espírito Santo

Mais de 1.300 frascos de azeite foram apreendidos...

Leia também