Espírito Santo vai vacinar adolescentes contra Covid-19 a partir de 15 de setembro, diz secretário

A vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos contra a Covid-19 no Espírito Santo vai começar no dia 15 de setembro. A informação foi passada pelo secretário estadual de Saúde Nésio Fernandes nesta terça-feira (31).

A vacinação de adolescentes com e sem comorbidades, segundo o secretário, seguirá o calendário de vacinação do Ministério da Saúde. Nésio, no entanto, informou que aguarda detalhes sobre o quantitativo de vacinas que serão enviadas para o Espírito Santo destinadas a imunização do grupo.

“No país inteiro, a partir do dia 15 de setembro, será iniciada a aplicação da dose de reforço na população com mais de 70 anos com a Pfizer e também a imunização dos adolescentes”, disse.

O Espírito Santo já teve, desde o início da pandemia, 44 óbitos de pessoas de 0 a 19 anos em decorrência de Covid-19. Desses, 19 vítimas – cerca de 44% das mortes – não tinham comorbidades conhecidas.

Do total de 365 amostras de RT-PCR enviadas à Fiocruz para realização do sequenciamento genético e identificação das variantes que circulam pelo Espírito Santo, 158 tiveram resultado liberados. Delas, 11%, cerca de 17 casos, deram positivo para a variante delta. Os demais foram identificados como variante gama.

“Neste momento qualquer caso confirmado precisa ser assumido como caso confirmado de variante delta ou gama. Elas são extremamente perigosas no que diz respeito a serem altamente infecciosas e, principalmente a variante gama tem a condição de fazer com que pessoas não idosas evoluam a condições críticas e a óbito”, disse.

De acordo com o secretário, a procura de pacientes com sintomas respiratórios graves aumentou nos últimos dias, principalmente na Grande Vitória.

De acordo com ele, Pronto-Atendimentos (PAs) e Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) registraram, por quatro dias consecutivos, aumento de casos de pacientes com sintomas respiratórios graves sendo atendidos na Grande Vitória.

“A estabilização da internação hospitalar e o aumento de casos ainda não influenciou na queda dos óbitos, porque o comportamento dos óbitos é tardio”, explicou.

O secretário alertou ainda sobre a importância da população continuar mantendo os cuidados para evitar a transmissão da Covid-19.

“O comportamento de risco neste momento poderá fazer com que conquistas importantes sejam interrompidas mas diferente do ano passado temos estratégias mais robustas. Temos capacidade de testagem em massa e reconhecemos como medida eficaz a ruptura da cadeira de transmissão”, disse.

O secretário Nésio Fernandes anunciou também que a plataforma de agendamento online do governo do estado vai oferecer mais vagas para testes de RT-PCR. Além disso, a plataforma vai atualizar os resultados dos exames a cada uma hora a medida que os resultados forem liberados pelo Laboratório Central, a partir de 1º de setembro.

Outro dado divulgado na coletiva é que cerca de 167 mil capixabas ainda não tomaram a 2ª dose da vacina contra a Covid-19.

“A proporção de faltosos representa menos de 12% no tempo de aptidão para recebê-la . A meta é que o indicador seja de menos de 5%”, disse o secretário Nésio Fernandes.

O subsecretário de vigilância em saúde, Luiz Carlos Reblin, disse que a primeira dose ativa o sistema imunológico e é a segunda dose que consolida e firma essa resposta do organismo.

O secretário Nésio Fernandes também falou sobre o projeto Viana Vacinada e confirmou que até o final do mês de setembro serão apresentados os resultados parciais da fase 1 e 2 do projeto ao Ministério da Saúde e na segunda quinzena de outubro à direção da Organização Mundial da Saúde (OMS).

“Nós temos uma expectativa muito grande de que esse projeto vai contribuir para a estratégia nacional e internacional de enfrentamento a Covid”, finalizou.

Secretaria Estadual de Saúde anunciou novidades sobre o combate à Covid-19 no ES — Foto: Reprodução/Sesa

Secretaria Estadual de Saúde anunciou novidades sobre o combate à Covid-19 no ES — Foto: Reprodução/Sesa