Espírito Santo terá Mapa de Gestão de Risco para adoção de medidas qualificadas no combate à Covid-19

Foto: Hélio Filho/Secom

O Governo do Espírito Santo vai adotar um Mapa de Gestão de Risco para estabelecer medidas qualificadas em cada município no combate ao novo Coronavírus (Covid-19). A novidade foi apresentada neste sábado (18) pelo governador Renato Casagrande, após uma nova reunião de Sala de Situação em Emergência Pública, realizada no Palácio Anchieta, em Vitória. Levando em consideração o número de casos registrados, os municípios capixabas serão divididos em três grupos de risco (Baixo, Moderado e Alto). Cada grupo deverá adotar um protocolo específico a partir desta segunda-feira (20).

Esse novo critério adotado para a tomada de decisões para restrição de mobilidade e manutenção do isolamento social atende ao objetivo do Governo do Estado de achatamento da curva epidêmica da doença. Para evitar que o sistema de saúde fique sobrecarregado, cada município deverá seguir as orientações previstas no Mapa de Gestão de Risco, que foi desenvolvido pelo Centro de Comando e Controle (CCC) da Covid-19 com base nos dados dos boletins epidemiológicos do Ministério da Saúde e da Secretaria da Saúde (Sesa).

Seguindo a metodologia do Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde, os municípios que estiverem abaixo da média de casos do Estado, estarão no Risco Baixo (Verde); os que estiverem até 50% acima da média do Estado estarão no Risco Moderado (Amarelo) e os que estiverem acima dos 50% da média do Espírito Santo estarão no Risco Alto (Vermelho). Em todos os casos será levando em conta o Coeficiente de Incidência Acumulado de casos da Covid-19, calculado pela média de casos a cada 100 mil habitantes.

Com os dados coletados até esta sexta-feira (17), o Espírito Santo tinha 23 casos confirmados a cada 100 mil habitantes. Ou seja, todos os municípios que estiverem abaixo desse coeficiente estarão no Risco Baixo; os que estiverem entre 23 e 34,9/100 (até 50% acima) estarão no Risco Moderado e todos que tiverem acima dos 35 casos a cada 100 mil habitantes (acima dos 50%) estarão no Risco Alto.

Atualmente, seis municípios capixabas já se encontram na situação de Risco Alto. São eles: Alfredo Chaves, Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica e Viana – sendo que estes dois últimos têm coeficientes do grupo amarelo, mas foram incluídos no grupo vermelho por fazerem parte da Região Metropolitana e da dificuldade de se fazer o controle da interação social de seus moradores com dos demais municípios vizinhos.

Outros nove municípios que se limitamcom o grupo vermelho foram incluídos automaticamente em Risco Moderado. São eles: Anchieta, Domingos Martins, Fundão, Guarapari, Iconha, Marechal Floriano, Rio Novo do Sul, Santa Leopoldina e Vargem Alta. Os 63 municípios capixabas restantes foram classificados no grupo verde, ou seja, de Risco Baixo.

O governador anunciou que, em decorrência da Grande Vitória ter municípios em Risco Alto, serão instaladas barreiras sanitárias nos limitesdos municípios, a exemplo dos postos de controle instalados nas divisas estaduais. Casagrande ressalvou que o Mapa de Gestão de Risco também estabelece que o Estado possa entrar em Risco Extremo (cor roxa), caso ocorra um aumento significativo do número de casos. Neste caso, está prevista a necessidade de realização um Pacto Social, que será um alinhamento realizado entre Governo do Estado, municípios, empresários e a sociedade civil.

CONFIRA AS MEDIDAS A SEREM IMPLEMENTADAS PELO ESTADO E PELOS MUNICÍPIOS, DE ACORDO COM A CLASSIFICAÇÃO DE RISCO:

RISCO BAIXO (VERDE)

Medidas Sociais:

– Orientação/conscientização para isolamento social e distanciamento social (Disk Aglomeração);

– Orientação/conscientização para adoção de medidas de proteção (máscaras e higiene);

– Abordagem às pessoas para orientação;

– Comunicação social, por meio de rádio, carros de som e outros;

– Monitoramento de casos suspeitos e infectados;

– Instalação do Sistema de Comando de Operações e elaboração de plano de contingência;

– Municípios acima de 50 mil habitantes deverão instalar um centro de comando geral e um centro de comando em saúde;

– Recomendação para que as pessoas dos grupos de risco permaneçam em isolamento total.

Medidas Comerciais:

– Funcionamento de todos os estabelecimentos com medidas qualificadas: um cliente por dez metros quadrados, obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários e observação do distanciamento social em filas;

– Funcionamento entre 10h e 17h nos municípios com menos de 70 mil habitantes;

– Escalonamento de horários de funcionamento por, no mínimo, dois turnos em municípios acima de 70 mil habitantes, com organização a critério do Município;

– Galerias e centros comerciais devem funcionar com 50% da ocupação (uma pessoa por 14 metros quadrados).

Transporte Público:

– Higienização de veículos em nível Covid-19;

– Proteção obrigatória para tripulação (máscaras, álcool e luvas);

– Instalação de dispositivos de álcool em gel nos terminais;

– Distanciamento entre pessoas em filas para embarque.

Limites Municipais:

– Orientação para controle de entrada no município com barreiras sanitárias, por meio da autoridade municipal; 

– Barreira sanitária nas rodoviárias.

 

RISCO MODERADO (AMARELO)

Medidas Sociais:

– Adoção de todas as medidas previstas para municípios do grupo de Risco Leve;

– Recomendação do isolamento social com intervenção local da autoridade pública;

– Recomendação das medidas de proteção (uso de máscara e ampliação das medidas de higiene);

– Abordagem às pessoas para recomendação;

– Monitoramento casos confirmados e suspeitos;

Medidas Comerciais:

– Funcionamento de todos os estabelecimentos com medidas qualificadas com obrigatoriedade do uso de máscaras para funcionários e clientes;

– Escalonamento de horários de funcionamento por, no mínimo, dois turnos em municípios acima de 70 mil habitantes, com organização a critério do Município;

– Lojas em galerias e centros comerciais devem funcionar em apenas um dos dois turnos previstos.

Transporte Público:

– Limitação de pessoas por veículo (redução de 35% da frota);

– Recomendação da utilização do CartãoGV (válido para a Grande Vitória);

– Lavagem dos pontos de ônibus com água e sabão pelo Município;

– Diminuição da oferta do serviço “bacurau” e suspensão do serviço aos domingos;

– Higienização dos veículos nos terminais por período;

– Suspensão da utilização do transporte público por idosos em horários de pico.

Limites Municipais:

– Orientação para controle de entrada no município com barreiras sanitárias, por meio de autoridade municipal;

– Barreira sanitária nas rodoviárias.

 

RISCO ALTO (VERMELHA)

Medidas Sociais:

– Adoção de todas as medidas previstas para municípios dos grupos de Risco Leve e Moderado;

– Determinação de isolamento social com intervenção local e aplicação de sanção;

– Determinação às pessoas para uso de máscaras;

– Monitoramento casos suspeitos e infectados.

Medidas Comerciais:

– Funcionamento dos estabelecimentos considerados essenciais e de estabelecimentos autorizados por regras dispostas em decretos com medidas qualificadas, definidas em protocolos específicos;

– Aplicação de multa;

Transporte Público:

– Restrição de passageiros em pé;

– Obrigatoriedade da utilização de CartãoGV (válido para Grande Vitória);

– Obrigatoriedade do uso de máscaras para tripulantes e passageiros;

Limites Municipais:

– Barreiras sanitárias nos limites dos municípios com controle rigoroso, por meio de autoridades municipal e estadual com o apoio das Forças Armadas;

– Barreira sanitária nas rodoviárias.

Leia mais

Pesquisa revela crescimento da aprovação de Bolsonaro na Presidência

O presidente Jair Bolsonaro está com motivos para comemorar. Desde o início de sua gestão na Presidência da República, as taxas de aprovação ao...

Turismo: Crédito extraordinário de R$ 5 bilhões para o setor

– Foto: Reprodução A Medida Provisória nº 963 abriu crédito extraordinário em favor do...

91% dos infectados pelo coronavírus apresentaram algum sintoma, segundo estudo

Pesquisa revelou que a diferença entre o número de pessoas infectadas é seis vezes maior do o número...

Coronavírus: uma morte a cada 41 minutos no mês de junho no Espírito Santo

Durante o período, uma pessoa testou positivo para o coronavírus a cada 1,3 minuto no estado. O cálculo é baseado nos números divulgados pelo...

Leia também

Trabalhador morre após ser atingido por pedras de granito no Norte do Espírito Santo

Um trabalhador morreu atingido por uma pedra granito, na manhã desta quarta-feira (24), em Aracruz, no Norte do Espírito Santo. O corpo foi encaminhado...

TSE determina volta de prefeito de Conceição da Barra ao cargo

O Ministro Alexandre de Moraes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determinou, na noite desta quarta-feira (23), o retorno do prefeito Francisco Vervloet (PSDB), de...

Vitória terá mais de 430 candidatos a vereador nas eleições de 2020

Candidaturas ainda precisam ser aprovadas pela Justiça Eleitoral. Número de candidaturas é 68% maior que na eleição de 2016. Por Luiza Marcondes, G1 ES   Os partidos...

Comissão parlamentar que acompanha ações de combate aos incêndios no Pantanal deve visitar Corumbá (MS) em 03 de outubro

A Comissão do Senado criada para acompanhar as ações de enfrentamento aos incêndios do Pantanal aprovou uma segunda visita aos locais das queimadas. Desta...