Espírito Santo registrou 1.060 assassinatos em 2021

Compartilhe

 

O Espírito Santo fechou o ano de 2021 com um total de 1.060 assassinatos registrados. O número é menor se comparado ao resultado de 2020, quando ocorreram 1.103 assassinatos no estado, mas é maior que a soma de 2019, quando 984 mortes violentas ocorreram nas cidades capixabas.

Os dados foram contabilizados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp). De acordo com o governo estadual, o número de mortes violentas ocorridas em 2021 representa o segundo melhor resultado (ficando atrás somente de 2019) da série histórica de homicídios, iniciada em 1996.

Em relação a 2020, a redução de mortes violentas no ano chegou a 4,2%, com 47 crimes desse tipo a menos.

Na Região Metropolitana da Grande Vitória (RMGV) e na Região Serrana, o número de mortes caiu 14,1% e 7,8% respectivamente. Por outro lado, a Região Noroeste registrou um aumento de 23,1% dos homicídios.

Também houve aumento dos crimes nas regiões Sul (que fechou 2021 com aumento de 4,1%) e Norte (com aumento de 4,2%).

Ainda segundo a Sesp, somente em dezembro do ano passado ocorreram 76 assassinatos no Espírito Santo.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, Alexandre Ramalho, atribuiu a redução de mortes obtida no estado de forma geral à implantação do Programa Estado Presente.

“O Programa Estado Presente exigiu que ao longo do ano estivéssemos em todas as regiões do Espírito Santo, analisando dados, compreendendo as dificuldades dos gestores e implementando ações. Os investimentos do Governo do Estado em aumento de recursos humanos, renovação de viaturas, retorno do guincho, computação embarcada, Termo Circunstanciado de Ocorrências, teleflagrante, entre outros, foram ações fundamentais para alcançarmos a redução de 4,2 %”, declarou.

O governador Renato Casagrande (PSB) também ressaltou a importância das políticas públicas.

“Se tivermos continuidade nas políticas públicas de segurança, vamos estar entre os cinco estados com menos homicídios do país em um futuro próximo. Esperamos entregar um resultado ainda melhor em 2022”, disse o governador.

O secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, que atua como coordenador-executivo do programa Estado Presente em Defesa da Vida, lembra que o objetivo estratégico do Programa é salvar vidas.

“O resultado registrado neste ano, mais uma vez, mostra que estamos seguindo no rumo certo, com uma estratégia de ações nos eixos policial e social. Seguiremos em 2022 reestruturando a área da Segurança, que em 2019 encontramos desorganizada. Se não houver descontinuidade na política adotada, em 2026 nosso Estado será um dos menos violentos do país”, afirma.

Cápsulas de bala no ES — Foto: Carlos Palito/ TV Gazeta

Cápsulas de bala no ES — Foto: Carlos Palito/ TV Gazeta

Leia também

Inauguração da clínica de hemodiálise emociona a todos os presentes; próxima será uma clínica oncológica

A inauguração da clínica Med.Álise, na manhã deste sábado, 2, em Barra de São Francisco, com a presença...

Preço da energia, vacina da gripe, economia verde, micro e pequenas empresas e sistema financeiro

No episódio desta semana (01), o podcast Giro Brasil 61 traz um dado que pesa no bolso do...

Polícia realiza operação no ES contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes na web

    Palácio da Polícia Civil, no Centro de São Paulo — Foto: Divulgação/Arquivo/Polícia Civil de SP A Polícia Civil de...

Jovens da Pavuna participarão do projeto Percursos Formativos do MAR

O Museu de Arte do Rio (MAR) lançou hoje (28) o projeto Percursos Formativos, durante live em seu Instagram (@museudeartedorio). O programa...

Conta de água e esgoto vai ficar mais cara a partir de agosto no Espírito Santo

A Agência de Regulação dos Serviços Públicos (ARSP) do Espírito Santo publicou, nesta quinta-feira (30), no Diário Oficial,...

Brasileiro que morreu na Itália é enterrado no Espírito Santo

O brasileiro Alexsandro Tonn Loose, de 30 anos, que morreu durante o primeiro dia de trabalho em uma...

Nova Venécia se despede de Delma Bôa

  Morreu neste sábado, dia 02 de julho, Delma Boa, aos 50 anos, vítima de câncer. A informação é...