Espírito Santo registra queda nos casos de dengue, zika e chikungunya nas primeiras semanas de 2021

 

O Espírito Santo registrou queda nos casos de dengue, zika e chikungunya nas primeiras semanas de 2021 em relação ao mesmo período do ano passado.

Em 2020, foram registrados 19.365 casos de dengue, 438 casos de zika e 5.505 casos de chikungunya nas 10 primeiras semanas do ano. No mesmo período deste ano, foram registrados 1.831 casos de dengue, 231 casos de zika e 639 casos de chikungunya.

Com relação à dengue, o número registrado é mais de 10 vezes menor do que o do ano passado. Os casos de zika caíram quase pela metade. E o número de registros de chikungunya é quase oito vezes menor.

A redução nos casos de dengue já havia aparecido nas primeiras semanas deste ano. Entre os dias 3 e 20 de janeiro deste ano foram notificados 1.327 casos da doença. Já no mesmo período do ano passado, foram 12.118 casos, quase 10 vezes mais.

Segundo a secretaria, os cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor dessas doenças, devem permanecer durante todo o ano.

Mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. — Foto: Divulgação/Governo ES

Mosquito Aedes aegypti, transmissor das doenças dengue, zika e chikungunya. — Foto: Divulgação/Governo ES

Leia mais

Leia também