Espírito Santo registra mais de 12 mil casos de chikungunya

Em meio a pandemia enfrentada no Espírito Santo devido ao novo Coronavírus (Covid-19), a população capixaba também precisa estar atenta aos casos da chikungunya. Em 2020 foram registrados 12.121 casos da doença, representando quase 16% a mais em relação ao mesmo período do ano passado, quando foram registrados 762 casos confirmados. Os dados são do último boletim epidemiológico divulgado pela Secretária da Saúde (Sesa), nesta quinta-feira (04).

O chefe do Núcleo Especial de Vigilância Ambiental, Roberto Laperriere Júnior, explica os motivos que levaram ao de casos. “No começo do ano tivemos o período sazonal, devido à questão da suscetibilidade da população em relação ao vírus da Chikungunya. Além disso, o mosquito possuí o clima favorável para a proliferação, o que ocasiona no aumento de casos”, explicou Roberto Laperrieri.

Para evitar a propagação do inseto é necessário que toda população esteja empenhada em eliminar os focos do mosquito. De acordo com o Ministério da Saúde, 80% dos criadouros estão nas residências. Segundo Laperriere, a limpeza dos quintais e objetos que acumulam água deve ser feita semanalmente. “É importante fazer a limpeza minimamente semanal, pois temos que considerar o ciclo biológico do mosquito que ocorre entre três a oito dias. Eliminando o foco nesse período, conseguimos inibir a proliferação”, ressaltou.

Veja aqui o 22º boletim da dengue.

Veja aqui o 22º boletim de zika.

Veja aqui o 22º boletim chikungunya.

Ciclo de vida do Aedes aegypti

O mosquito Aedes aegypti é transmissor da dengue, zika e chikungunya. Seu ciclo de vida é dividido em quatro etapas: ovo, larva, pupa (estágio intermediário entre a larva e o adulto) e adulto. A fêmea do mosquito deposita seus ovos nas bordas dos recipientes com água limpa e parada. Dois ou três dias após o contato com o líquido, os ovos viram larvas e dias depois chegam na fase da pupa. Esse ciclo dura cerca de 48 horas e, ao término, se transformam em mosquitos adultos.

Sintomas da chikungunya

Febre alta. A dor, nesse caso, é súbita, intensa e chega a ser incapacitante, impedindo a pessoa de realizar suas atividades comuns do dia a dia. A dor se concentra nas articulações e pode ocorrer rigidez matinal nas articulações (principalmente mãos). A vermelhidão surge a partir do quarto dia e, diferentemente das demais, pode causar aftas.

Leia mais

Batalhão de São Mateus comunica o falecimento do soldado Jussimar Menegassi

A Assessoria de Comunicação do Batalhão de Polícia Militar de São Mateus confirmou o falecimento do soldado Jussimar Menegassi, ocorrido na noite desta quinta-feira...

Secretário Especial de Saúde Indígena destaca as ações de prevenção e combate ao novo coronavírus

Secretário Especial de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Robson Santos da Silva – Foto: ...

Representantes da ONU participam de debate virtual com escritora capixaba

Live acontece às 14h de sábado (20). Relatório aponta para aumento de pessoas em extrema pobreza na América Latina e Caribe por causa de...

Brasil passa de 1 milhão de casos de Covid-19

O Brasil chegou a 1.040.000 de casos de coronavírus na manhã de hoje, 20, mostra um boletim extra do levantamento feito pelo consórcio de veículos de...

Leia também

Nova Venécia em alerta crítico para incêndios florestais

A Defesa Civil de Nova Venécia recebeu um alerta crítico do Instituto Nacional de Pesquisas Especiais (INPE), para incêndios devido a onda de calor...

INDICADORES: São Paulo registra alta no boi gordo nesta terça (29)

A cotação da arroba do boi gordo começou a terça-feira (29) com alta de 0,02% no preço e o produto é negociado a R$...

INDICADORES: Preço do café em queda nesta terça (29)

A saca de 60 quilos do café arábica começou a terça-feira (29) com queda de 1,30% no preço e é vendida a R$ 535,50...

Lançado programa Mineração e Desenvolvimento que vai estimular retomada do País

Palavras do Ministro de Estado de Minas e Energia, Almirante Bento Costa Lima Leite Albuquerque Junior. Foto: Carolina Antunes/PR O Governo Federal lançou, nesta segunda-feira...