Espírito Santo lança plataforma de agendamento de testes para Covid-19

O governo do Espírito Santo lançou, nesta terça-feira (13), uma plataforma de agendamento para testes de Covid-19.

O anúncio foi feito pelo governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB). Os testes disponíveis são do tipo RT-PCR, o do cotonete, e o agendamento será feito pelo Acesso Cidadão.

Não é necessário estar com sintomas de Covid-19 para fazer o agendamento. De acordo com o secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, o Espírito Santo está registrando uma diminuição de casos de Covid-19 e o mapeamento de novos casos vai permitir isolar as pessoas que testarem positivo no estado.

“Com os investimentos feitos no Laboratório Central (Lacen), o estado consegue analisar 4,5 mil testes de Covid-19 por dia. Os resultados ficam prontos em até 48 horas. O objetivo é massificar as testagens pelo agendamento para qualquer um e perceber como está a circulação do vírus na população”, explicou o secretário.

A pessoa que fez o agendamento pelo portal também poderá receber o resultado do teste pelo site. O secretário explicou que a impressão desses resultados, por exemplo, poderão ser usadas para viagens internacionais que exigem o comprovante.

Além dos testes ofertados pelo governo, a plataforma estará aberta para que os municípios informem em quais locais e horários as testagens acontecem.

A oferta de testes rápidos nos terminais, hospitais e Aeroporto continuará. O secretário explicou ainda que a intenção é transformar o aeroporto de Vitória em um centro de testagem 24 horas.

A vice-governadora do estado, Jacqueline Moraes (PSB), salientou a importância da testagem para evitar novos espalhamentos do vírus para a população.

“A pessoa que testou positivo será isolada e teremos menos circulação do vírus. Isso será muito importante para o retorno das atividades turísticas e culturais”, disse.

Plataforma de agendamento de testagem é lançada por governo do ES — Foto: Reprodução

Plataforma de agendamento de testagem é lançada por governo do ES — Foto: Reprodução


Leia mais

Leia também