Espírito Santo lança aplicativo para mulheres vítimas de violência doméstica

 

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) lançou, nesta segunda-feira (8), o SOS Marias, uma nova funcionalidade disponibilizada dentro do aplicativo 190 ES, direcionado a mulheres que sofrem com violência doméstica.

Com a função, as vítimas podem fazer o acionamento emergencial da Polícia Militar sem a necessidade de atendimento pela central telefônica para casos de mulheres em situação de violência que não podem pedir apoio de um carro da polícia discando para o 190.

Ao acionar o botão SOS Marias, os campos relativos à localização da solicitante (município, bairro, logradouro e número do logradouro) serão preenchidos automaticamente através da localização do aparelho celular por GPS.

Depois, basta a vítima clicar no botão de solicitar um carro da polícia, que será gerada uma ocorrência para o computador Despachador de Recursos Operacionais da Polícia Militar, que atua dentro do Ciodes.

Com isso, automaticamente, o oficial responsável pelo envio da radiopatrulha fica ciente de que se trata de uma ocorrência de violência doméstica e envia uma equipe para o local no menor tempo possível.

A ferramenta é uma nova modalidade de acionamento emergencial da Polícia Militar e não funciona como um botão de pânico. Desta forma, as mulheres em situação de violência doméstica e familiar não precisarão ser detentoras de medida protetiva de urgência expedida pela Justiça, para acionar o serviço.

O SOS Marias funciona em todos os 78 municípios. O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, ponderou que a ferramenta é importante, mas o principal para o combate à violência doméstica é o fim da cultura machista, em que o homem se sente dono da companheira e a trata como uma propriedade.

 

Leia mais

Leia também