Espírito Santo anuncia mudança em horário do comércio para municípios com menos de 70 mil habitantes

Prefeituras terão liberdade para escolher os horários, respeitando as diretrizes de funcionamento diário máximo de seis horas com fechamento até as 18h.


O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), disse, nesta sexta-feira (3), que os municípios capixabas com menos de 70 mil habitantes poderão escolher, dentro de um limite, o melhor horário para o funcionamento do comércio de rua.

De acordo com ele, a escolha do horário ainda deverá respeitar as diretrizes de funcionamento máximo diário de seis horas, com fechamento até as 18h.

O governador explicou que a mudança faz parte de um entendimento do governo estadual sobre a possibilidade de flexibilizar algumas poucas medidas em determinados grupos de municípios.

Com isso, lojas poderão abrir antes das 10h. Casagrande destacou que a mudança não atinge restaurantes e bares, que têm definição específica.

Sem dar mais detalhes, o governador adiantou que a portaria que oficializa a nova regra deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado neste sábado (4).

De acordo com a estimativa de 2019 do IBGE, 67 municípios capixabas têm menos de 70 mil habitantes.

Matriz de Risco

Ainda segundo Casagrande, a atualização no Mapa de Risco dos municípios também será publicado neste sábado.

Na próxima semana, há a previsão de que as autoridades responsáveis discutam uma nova Matriz de Risco para a classificação das cidade em relação à contaminação pelo novo coronavírus.

Leia mais

Leia também