Espírito Santo anuncia investimentos R$ 1,5 bilhão em rodovias administradas pelo governo estadual

Compartilhe

 

Governo apresentou Programa Eficiência Logística do Espírito Santo — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Governo apresentou Programa Eficiência Logística do Espírito Santo — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou, nesta terça-feira (28), que o estado vai investir R$ 1,5 bilhão para aumentar a capacidade das rodovias estaduais.

Serão mil quilômetros de recuperação de trechos que já existem e 36 km de novos trechos.

O governador do Estado, Renato Casagrande, apresentou, na tarde desta terça-feira (28), o Programa Rodoviário do Estado do Espírito Santo BID IV (Programa Eficiência Logística do Espírito Santo – LOGÍSTICA ES), que visa ao aperfeiçoamento do nível de qualidade da malha rodoviária do Estado, com melhorias que buscam ampliar os níveis de segurança e economia de operação do transporte rodoviário. A apresentação aconteceu no Palácio Anchieta, em Vitória.

Casagrande explicou a importância dos investimentos para o Espírito Santo. “Faremos mil quilômetros de reabilitação e os primeiros trechos melhoram as rodovias de Linhares a Rio Bananal, outros no litoral Norte, que é um local importante na área portuária. A parte de implantação envolve um grande contorno em Jacaraípe, Praia Grande e Nova Almeida. Quanto melhor nossa infraestrutura, melhor a nossa logística, e diminui nosso custo, que é fundamental ao nosso Estado”.

O governador continuou: “Dessa forma a gente desenvolve nosso interior, fortalece os empreendedores, gera mais renda e ajuda a impulsionar a formação profissional, gerando mais empregos com melhores formações, diminuindo a evasão rural. Estamos recuperando a capacidade de investimento do Estado em infraestrutura. Vamos passar de dois bilhões de reais de infraestrutura, mostrando como é possível ter um bom ambiente fiscal e investimentos para o desenvolvimento.”

Serão obras múltiplas de reabilitação, duplicação, restauração, entre outros. Com um orçamento da ordem de US$ 271 milhões, sendo 80% de recursos provenientes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e 20% de contrapartida do Estado, o programa está inserido no planejamento estratégico do Governo do Estado. Já o Governo Federal atua como avalista das operações de crédito internacionais. As ações serão executadas pelo Departamento de Edificações e Rodovias do Espírito Santo (DER-ES).

Para o diretor Presidente do DER-ES, Luiz Cesar Maretto Coura, o objetivo do Programa é contribuir para aumentar a competitividade do Estado do Espírito Santo. “Por meio da melhoria da logística de carga e sua integração nacional e regional, é possível atingir objetivos específicos, como melhorar o nível de serviço das estradas estaduais relevantes para as conexões portuárias, melhorar a conectividade da Rede Rodoviária Estadual com os portos, minimizando os impactos negativos nas áreas urbanas afetadas, além de melhorar a eficiência dos processos de intervenção rodoviária do DER-ES”, pontuou.

Ainda segundo Maretto, os principais resultados esperados são a redução dos custos médios de operação de veículos e tempos de viagem, bem como a redução de incidentes rodoviários, em especial, na ES-010, nossa Rodovia Estadual mais extensa, que vai de Vitória a Itaúnas.

De acordo com o secretário de Economia e Planejamento, Álvaro Duboc, a melhoria da logística de transporte, com investimento na ampliação da qualidade da malha rodoviária, é fundamental para que se aumente a competitividade do Espírito Santo. “E é isso que nos garante o Programa Eficiência e Logística que estamos implantando, cujo contrato de financiamento com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) assinamos neste mês”, destacou.

O programa, explica o secretário, integra a carteira de projetos estratégicos do Governo e tem valor global de US$ 271 milhões, equivalentes a aproximadamente R$ 1,517 bilhão, com recursos captados com o BID e contrapartida estadual. “Prevê melhoria das condições de rodagem em cerca de 20% do total da rede pavimentada sob responsabilidade do DER-ES, contemplando também obras estruturantes na região portuária de Aracruz. Um investimento que segue a diretriz do governador Renato Casagrande, de promovermos desenvolvimento regional sustentável e equilibrado em todas as regiões do nosso Estado”, afirmou Duboc.

Leia também

Lâmpadas queimadas são substituídas no distrito de Poranga e Irmãos Fernandes pela prefeitura francisquense

Servidores da secretaria de Serviços da prefeitura de Barra de São Francisco, realizaram manutenção na iluminação pública no...

Secretarias de Limpeza Pública e Transportes e Estradas realizam serviços na Vila Santa Isabel e Vila Vicente

No dia 4 de maio a Prefeitura de Barra de São Francisco, através das secretarias de Limpeza Pública e...

Justiça do Rio arquiva processo de caso de supostas rachadinhas

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJ-RJ) rejeitou a denúncia do Ministério Público (MP) contra o...

Veja quanto deve ser o salário mínimo em 2023, 2024 e 2025

Anunciado em abril deste ano sem aumento real, o salário mínimo para 2023 será de R$ 1.294. O reajuste...

Mega-Sena: dois apostadores do ES acertam a quina. Veja quanto cada um vai receber!

  O prêmio principal da Mega-Sena não saiu no sorteio realizado na última quarta-feira (11), mas 76 apostadores, sendo dois do...

Palestra sobre Arqueologia e Patrimônio Cultural para estudantes de Barra de São Francisco

A Arquideolica Eliany da Salvia, realizou atividades de educação patrimonial no último dia 10/05, com os alunos da...

Frio no Espírito Santo: próximos dias serão de tempo fechado e temperaturas menores

  Os próximos dias serão de tempo fechado e temperaturas menores no Espírito Santo, segundo o Instituto Capixaba de...

Procon proíbe venda da bebida Del Valle Fresh no Distrito Federal

O Procon do Distrito Federal proibiu hoje (16) a venda da bebida Del Valle Fresh. A decisão, que vale somente...