Espírito Santo anuncia abertura de 126 leitos exclusivos para Covid-19 até domingo

 

O Governo do Espírito Santo anunciou nesta terça-feira (30) a abertura de 126 leitos exclusivos para Covid-19 até domingo (4). Segundo o governo, serão investidos R$ 13 milhões entre as unidades contratualizadas.

Durante transmissão ao vivo pelas redes sociais, Renato Casagrande (PSB) destacou o trabalho do governo na abertura dos novos leitos, antecipando em um mês a previsão feita em dezembro do ano passado da disponibilização de 900 leitos de UTI exclusivos para tratamento de pacientes da doença até o final de abril.

“Com 30 dias de antecedência estamos entregando 905 leitos de UTI Covid. Só que a quantidade de internações é mais veloz do que a abertura de leitos. Em apenas um mês, foram 211 leitos de UTI e 228 leitos de enfermaria a mais. Só que neste período, foram 292 pacientes a mais em UTI e 267 internados em enfermarias”, disse.

“Apesar dessa ampliação de 439 leitos em apenas um mês, vejo muitas pessoas, algumas de má fé, falando sobre hospitais de campanha. Somente esses leitos abertos em 30 dias equivalem a quatro hospitais de campanha. A diferença é que esses leitos foram abertos em locais com estrutura física adequada, com insumos, medicamentos e profissionais de saúde. Hospitais de campanha não são montados em 30 dias e os leitos dessas instalações não são tão eficientes quanto os que estamos abrindo, além de serem de 60% a 100% mais caros”, prosseguiu.

Diante deste cenário de aumento da demanda por leitos hospitalares, o governador voltou a fazer um apelo à população para que respeitem o período de quarentena e sigam as medidas para evitar o contágio da doença.

“A ocupação dos leitos está mais rápida do que a abertura. Por isso, a única forma do sistema de saúde, seja o público ou privado, não entrar em colapso é mantendo o isolamento social. As vacinas estão chegando a conta gotas, por isso é fundamental que a gente siga se cuidando, usando máscaras, álcool em gel e evitando aglomerações”, reforçou Casagrande.

A previsão é de que, ao longo desta semana, sejam disponibilizados 69 leitos entre UTIs e suportes ventilatórios em unidades hospitalares de Norte a Sul do Espírito Santo.

Nesta segunda (29), foi anunciado a abertura de 10 leitos no Hospital Estadual de Urgência e Emergência (HEUE), em Vitória.

No restante da semana, serão abertos novos leitos no Hospital Evangélico de Vila Velha; Hospital Santa Casa de Misericórdia de Vitória; Hospital Evangélico de Cachoeiro de Itapemirim; Hospital Menino Jesus, em Pedro Canário; Hospital Rio Doce, em Linhares; e Hospital Santa Casa de Misericórdia de Castelo.

Para enfermaria Covid-19, está prevista a ampliação de mais 57 leitos entre as unidades do Hospital Estadual João Santos Neves, em Baixo Guandu; Hospital Estadual Roberto Arnizaut Silvares, em São Mateus; Hospital Santa Casa de Misericórdia de Castelo; Hospital São Camilo, em Aracruz; Hospital Madre Regina Protmann, em Santa Teresa; e no Hospital Menino Jesus, em Pedro Canário.

Também haverá a ampliação das unidades hospitalares da rede própria. A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) realizou a reestruturação de leitos no Hospital João Santos Neves (HJSN), em Baixo Guandu, transformando o ambulatório em enfermaria Covid-19. Já no Roberto Silvares foi realizada a adequação da estrutura física da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), convertida em leitos de enfermaria Covid-19.

De acordo com o secretário estadual de Saúde, Nésio Fernandes, a ampliação de leitos desta semana faz parte também do planejamento estratégico do governo.

“Ainda no mês de dezembro previmos o que poderia ocorrer no futuro e estabelecemos uma agenda robusta de ampliação de leitos sob a liderança do governador para que o Sistema Único de Saúde capixaba fosse fortalecido. Mas não com estrutura de campanha, e sim com estruturas de enfrentamento e resistência à Covid-19. Nesse momento, o esforço do estado é ampliar leitos de maneira robusta e leitos qualificados”, disse.

Leitos de UTI no ES — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Leitos de UTI no ES — Foto: Hélio Filho/Governo do ES

Leia mais

Leia também