Escorraçado da presidência dos EUA, Trump quer indenização da China por causa do coronavírus


Sputnik – China deve pagar “indenizações” a outros países de pelo menos US$ 10 trilhões (R$ 50,4 trilhões) pela pandemia de COVID-19, disse ex-presidente dos EUA Donald Trump em seu discurso na convenção do Partido Republicano na Carolina do Norte.

Trump afirmou que “chegou a hora” de o mundo responsabilizar a China por seu papel na atual pandemia.

“Chegou a hora de a América e o mundo exigirem indenizações e responsabilização do Partido Comunista da China”, disse Trump. “China deve pagar, eles devem pagar”, acrescentou.

Os comentários foram feitos enquanto a teoria de que COVID-19 se originou em um laboratório chinês na cidade de Wuhan tem ganhado atenção renovada depois de anteriormente ter sido descartada, escreve The Hill.

No final de maio, The Wall Street Journal citou um relatório da inteligência dos EUA, não revelado anteriormente, de acordo com o qual três pesquisadores do Instituto de Virologia de Wuhan, na China, ficaram tão doentes em novembro de 2019 que tiveram atendimento hospitalar.

O Ministério das Relações Exteriores da China acusou Washington de tentar promover a teoria de vazamento do vírus SARS-CoV-2 do laboratório chinês.

A administração do presidente norte-americano, Joe Biden, recusou comentar a informação, mas disse que todas as teorias tecnicamente possíveis sobre a origem da pandemia devem ser investigadas pela OMS e especialistas internacionais.

Em março de 2021, um relatório da OMS, compilado em colaboração com as autoridades chinesas, insistiu que é “extremamente improvável” que o coronavírus tenha escapado de um laboratório de pesquisa chinês em Wuhan.

No entanto, o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, solicitou a continuação da investigação sobre o vazamento do coronavírus a partir de laboratório.

Donald Trump volta a atacar a China

Donald Trump volta a atacar a China (Foto: REUTERS/Leah Millis)