Escolas de Nova Venécia se reinventam na pandemia para manter o ensino

» Yasmin sempre conta com o apoio da mãe no momento de estudar

Em tempos de pandemia do coronavírus, as escolas de Nova Venécia tiveram que se adaptar em pouco tempo para manter as atividades dos alunos. O desafio é manter a educação em tempos de isolamento social. Graças à tecnologia e a força de vontade de escolas, educadores, pais e alunos foi possível levar a educação para os lares venecianos de forma adequada e em pouco tempo.

Com superação e muito amor ao ensino, escolas, pais e alunos se uniram para manter as atividades em Nova Venécia. Enquanto as aulas acontecem no ambiente online, os alunos devem ficar atentos a algumas dicas infalíveis para manter a produtividade nos estudos: crie um ambiente sossegado para estudar, não coma, não se distraia com aparelhos eletrônicos, esteja com o livro nas mãos e mantenha a disciplina e foco na aula.


Exercitando o cérebro em casa

Para manter as atividades, a Escola de Ginástica para o Cérebro Supera, envia as atividades via online para os alunos. Os estudantes também fazem tarefas diferentes por meio da plataforma Supera online.

A escola teve um desafio a mais em meio a pandemia, pois possui alunos de todas as idades, desde crianças pequenas até as turmas de 60+, compostas por pessoas acima dos 60 anos. Mas com o empenho da equipe e dos estudantes, eles provam que a vontade de aprender é maior do que qualquer isolamento social.

Julia Cesconeto Comper tem oito anos e pelo menos uma hora por dia ela se dedica às atividades do Supera. E tem até hora marcada para manter a disciplina: das 15h às 16h é o tempo dedicado às tarefas. Julia conta com o apoio dos pais que acompanham os estudos da aluna.

A mãe de Julia, Claudilene Cesconeto Comper, destaca que o estudo em casa trouxe vantagens: “O sistema de ensino a distância fortalece a autodisciplina, o que colabora com a responsabilidade, pois ela sabe que todo dia, naquele mesmo horário, é hora de desligar a TV e estudar. Nesse tempo de quarentena poder acompanhar minha filha nas atividades do Supera está sendo muito gratificante e de suma importância, pois é um momento de estar bem mais próximo a ela e de acompanhar seu desenvolvimento, as atividades realmente levam a pensar, a desenvolver o raciocínio lógico e a criatividade de maneira prazerosa e divertida. Ela estuda e eu também.”

A aluna está gostando das aulas em casa: “Acho legal, divertido, porque sempre tem atividades diferentes que trabalham a concentração, o cérebro, o raciocínio e a criatividade. E ainda posso fazer tudo com a participação dos meus pais.”

» A mãe de Júlia, Claudilene Cesconeto, afirma que as aulas online estimulam a autodisciplina

90 anos de vida e muito estudo em meio ao isolamento social

A paixão pelo conhecimento não tem idade. Dona Mirta Adelayde Rolla Delboni, de 90 anos, permanece estudando em meio à pandemia do coronavírus. Ao invés de se lamentar pelo isolamento social e a crise que o país passa, a senhora com quase um século de vida ocupa a mente com as atividades do Supera: “A prioridade é tirar uma hora por dia para fazer as atividades. É prazeroso ocupar o tempo com a Ginástica para o Cérebro por meio de tarefas dos livros e do ábaco. Os desafios de leitura, interpretação, raciocínio lógico e concentração ajudam a focar a mente no momento presente.”

» Dona Mirta prova que força de vontade não tem idade

Ensino superior mantém rotina de estudos pelo sistema EAD

O sistema de Educação a Distância do ensino superior já é realidade na vida de milhões de brasileiros. E com o isolamento social, os estudantes perceberam ainda mais vantagens no estudo online, além da flexibilização do tempo.

Thales Kuster Franca é aluno da UVV On de Nova Venécia, sistema de ensino online da UVV. Ele está no 1º período do curso de graduação em Análise de Desenvolvimento de Sistemas. O estudante destaca que estudar online agora se tornou ainda mais vantajoso: “Estou gostando muito da experiência do ensino a distância. Há muitas vantagens. Com o surto da pandemia do coronavírus, por exemplo, posso manter a rotina normal de estudos, sem nenhum prejuízo.”

Thaylla Kruger também é estudante do sistema online UVV On. Ela está cursando Pedagogia e a modalidade EAD facilita a vida da aluna, que trabalha e tem uma filha pequena: “O modelo de estudo online proporciona mais flexibilização do tempo e com a mesma qualidade de um ensino presencial. Com a pandemia do coronavírus, nada mudou, pois continuo mantendo a rotina de estudos na plataforma online.”

Mesmo como isolamento social, Thales continua com o mesmo ritmo de estudos
Ensino a distância ajudou Thaylla a conciliar estudos, trabalho e os cuidados com a filha

Escola de inglês implanta sistema online em poucas semanas

O CCAA de Nova Venécia teve poucas semanas para entrar no sistema online de ensino. Quando começou o isolamento social, a escola estava fazendo as revisões das atividades dadas em sala de aula. No início das aulas a distância, novos conteúdos foram colocados de forma gradativa para que os estudantes pudessem se adaptar plenamente ao sistema eletrônico.

Na plataforma digital, o aluno tem acesso aos mesmos professores da sala de aula tradicional e com a mesma turma. A grande vantagem do sistema online é que o aluno continua estudando, evoluindo no aprendizado da Língua Inglesa e pode estar em contato com professores e os colegas, mesmo estando em casa.

A empresária Flaviana Scota, franqueada do CCAA de Nova Venécia, disse que o desafio de implementar o sistema online em poucas semanas foi grande, mas recompensador para alunos, pais e escola: “É uma forma de manter a rotina dos estudos e evitar perdas no aprendizado. Com o sistema online, é possível continuar estudando com toda a segurança e sem riscos de contaminação com o coronavírus. Inglês é treino, por isso, é essencial manter o idioma na rotina para não perder o pique do aprendizado. Assim que o isolamento social acabar, as aulas voltarão ao sistema tradicional e o conteúdo dado no ambiente online será revisado em sala de aula.”

» Flaviana Scota explica como o sistema online ajudou a manter o ensino em tempos de isolamento social

“Estudo online é como se o professor estivesse em sala de aula”

A estudante Milena Fávero de Oliveira, que tem 16 anos e está na turma Avançado, fala sobre a plataforma digital e como se adaptou ao novo método de ensino. “A modalidade a distância vem se mostrando eficaz diante da situação que estamos vivendo. O CCAA adotou medidas para que não ficássemos sem aula, pois o contato contínuo com a língua é de extrema importância. Acredito que o estudo pela plataforma digital tem nos auxiliado, mas como é algo novo, foi necessário passar por um processo de adaptação, tanto por parte da escola quanto pelos alunos. Confesso que eu me adaptei super bem as aulas online porque temos uma dinâmica super interativa com o professor como se estivéssemos em sala de aula. Precisei modificar um ambiente na minha casa para que pudesse ter uma maior concentração, mas com determinação e foco os obstáculos foram se tornando pequenos. De modo geral, eu estou gostando dessa nova modalidade de estudo, mesmo diante de alguns desafios, todo esforço é válido.”

» Milena , aluna de nível Avançado do CCAA

Crianças também se beneficiam do sistema online

As crianças do CCAA de Nova Venécia também já entraram na onda do sistema online de ensino. A aluna Yasmin Frigerio, de oito anos, está estudando em casa com o suporte da escola e o apoio dos pais.

“O aplicativo que o CCAA adotou para fazer as aulas online é maravilhoso, me sinto lá na escola, em sala de aula com meus colegas e professora”, disse Yasmin.

A mãe, Thiara Frigerio, disse que tudo foi muito novo, mas logo conseguiram se adaptar: “Com o suporte do CCAA ficou bem mais fácil e a persistência em manter os estudos foi mais forte do que qualquer desafio.”

Com as aulas online para crianças, a proposta do CCAA é que o aprendizado se torne ainda mais interativo e dinâmico para os pequenos.

Julia está gostando de estudar junto com a companhia dos pais
Yasmin é da turma infantil do CCAA

 

Leia mais

Estudo com participação do Hospital Central é divulgado em publicação internacionalmente renomada

Em 2016, a unidade de Acidente Vascular Cerebral (AVC) do Hospital Estadual Central – Benício Tavares...

Montanha confirma primeira morte por Covid-19

O município de Montanha registrou a primeira morte...

BOLETIM DA SALA DE SITUAÇÃO – 13/06/2020

O governador do Estado, Renato Casagrande, liderou, neste sábado (13), mais uma reunião da Sala de...

DIVERSÃO EM PAUTA: Clássico da literatura americana, “Adoráveis Mulheres” ganha adaptação encantadora para o cinema

Com um grande elenco e história cativante, o filme "Adoráveis Mulheres" chega aos cinemas nesta quinta-feira (9). A trama do longa é baseada no...

Leia também

Mais de 4 mil municípios recebem R$ 1,5 bilhão para investir na cultura

Até junho de 2019, 75% dos municípios, ou 4775 cidades brasileiras, completaram 12 anos sem recursos do Governo Federal para políticas públicas na área...

Oito equipes vencem o Inova Senai 2020

Com propostas de soluções para demandas reais da sociedade e da indústria brasileira, estudantes do Serviço Nacional de Aprendizagem (SENAI) desenvolvem projetos inovadores ao...

Plano Novo Normal Paraíba mostra aumento de transmissão da Covid-19 no estado

A 13ª avaliação do Plano Novo Normal Paraíba revela que houve aumento na taxa de transmissão da Covid-19 nos últimos 15 dias. A avaliação...

Número de empregados na agricultura fica normalizado

Após o primeiro impacto causado na economia e no mercado de trabalho devido à pandemia do novo coronavírus, o número de empregado no setor...