Escola de Vila Velha utiliza ‘Juri Simulado’ como metodologia de ensino-aprendizagem

Os professores da área de Ciências Humanas da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) Professor Geraldo Costa Alves, de Vila Velha, propuseram um Júri Simulado no modelo híbrido de aprendizagem. A atividade envolveu parte dos alunos presencialmente e parte a distância, por meio do Google Meet. 

O Júri Simulado é uma metodologia de ensino-aprendizagem ativa que aceita várias temáticas e proporciona o desenvolvimento do protagonismo, da ética e do projeto de vida do educando. Potencializa as habilidades orais, retóricas, posturais, socioemocionais, lógico-argumentativas dos alunos, além de promover uma intensa pesquisa e reflexão sobre o tema proposto.

A atividade foi planejada de forma que contemplasse toda a estrutura tradicional de um Júri, com um grupo dos alunos que simularam promotores, advogados de defesa, júri popular, testemunhas, juiz e réu, tendo como base um caso real. 

A ideia da atividade foi muito bem recebida e contou a participação dos alunos da 1ª e 2ª séries do Ensino Médio. Além disso, os professores utilizaram ferramentas como o Instagram, Facebook, WhatsApp e Google Classroom para manter a comunicação com os alunos que não puderam acompanhar as orientações presencialmente na escola.

O aluno Lucas Daniel Almeida Ferreira, da 1ª série, afirmou que nunca teve contato com esse tipo de vivência e que melhorou a sua forma de falar em público. “Eu nunca havia tido contato com estudos sobre Legislação e Direito, a fim de convencer um grupo de pessoas utilizando a argumentação e solucionar um caso”. 

Já a aluna Sanmyra Sanmylla da Silva Júlio, também da 1ª série, falou sobre a importância da atividade para a comunicação. “Eu pude trabalhar em equipe e melhorar minha comunicação com as pessoas. Mesmo participando do Júri a distância, consegui me expressar como queria”.

Todos os alunos envolvidos receberam certificação de participação na atividade, produzida pelos professores envolvidos: Aline Machado, de Filosofia; Aline Valentini, de História; Hayane Hoffmam, de Sociologia; e Cleber Santos, de Geografia.

 

Leia mais

Leia também