Escola de Baixo Guandu desenvolve metodologia de processo avaliativo remoto

A gestão da Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio (EEEFM) José Damasceno Filho, localizada em Baixo Guandu, propôs aos professores a diversificação dos instrumentos para avaliar a aprendizagem dos alunos, durante o período de suspensão das aulas presenciais.

Neste sentido, os docentes se reuniram e planejaram suas avaliações, por meio do Google Classroom, ferramenta disponibilizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação (Sedu) e a avaliação interdisciplinar começou a traçar um novo cenário de aprendizagem na escola.

“A interdisciplinaridade tem o objetivo de promover a integração dos conteúdos de diferentes disciplinas tornando o conhecimento mais significativo, mais amplo e mais útil ao aluno. É possível concluir que a avaliação é também um processo formativo, ou seja, deve existir de forma integrada à prática pedagógica, no intuito de contribuir e retroalimentar o desenvolvimento das competências dos alunos. É a partir dela que se mapeiam conhecimentos e habilidades consolidados e a consolidar, e se revisa e redireciona o ensino”, disse o professor Bruno Henrique Sousa.

A ação contribuiu para que os alunos pudessem compreender que é preciso se manter em constante aprendizado e que se faz necessário uma avaliação do que se aprendeu e do quanto ainda é preciso aprender.  “A pandemia não parou a escola. A escola nunca parou. Sabemos que será necessário resgatar muitos conhecimentos, mas não perdemos nenhuma oportunidade de formação discente”, destacou o professor Bruno Henrique Sousa.    

Leia mais

Leia também