Espírito Santo tem quase 70% dos leitos de UTI para pacientes com Covid-19 ocupados

Quase 70% dos leitos de UTI destinados para pacientes com Covid-19 no Espírito Santo estão ocupados, de acordo com os dados atualizados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa) nesta quinta-feira (23). Na enfermaria, a taxa de ocupação é de 45,50%.

Atualmente, o Estado tem 1.453 casos e 43 mortes por Covid-19. Os dados são divulgados na plataforma Painel Covid-19, do Governo do Estado.

De acordo com a Sesa, do total de 161 leitos de UTI para pacientes com Covid-19 no SUS, 112 estão ocupados. Já do total de 178 leitos de enfermaria, 81 já têm pacientes.

Mais leitos

Em nota, a Sesa disse que toda a rede de saúde vem sendo preparada para o enfrentamento da Covid-19 e que, neste primeiro momento, a expansão de leitos é uma das principais delas.

A Secretaria informou que estão sendo preparados na rede pública, até o início de maio, cerca de 440 leitos de UTI e mais 380 de enfermaria, exclusivamente para pacientes acometidos por Covid-19. Esse quantitativo de leitos projetados para os próximos meses está sendo finalizado.

Em pronunciamento feito nesta tarde (23), o governador, Renato Casagrande, disse que quer chegar a 300 leitos de UTI já até o final deste mês. Ele também disse que o Estado está credenciando novos leitos nos hospitais filantrópicos.

“Vamos chegar no final da semana que vem com mais de 300 leitos de UTI reservados para Covid-19. Leitos que vamos ofertar se alguém precisar, esperamos que não precisemos usar. Estamos debatendo com outros hospitais a ampliação desses números de leitos para que a gente mantenha a assistência aos capixabas, para que a gente salve vidas”, disse Casagrande.

Ainda segundo a Sesa, entre as estratégias a serem adotadas, está a estruturação de um hospital de campanha. Mas isso só vai ser feito “após esgotarem todos os outros recursos já disponíveis, incluindo a solicitação de leitos privados”. A área de possível instalação da unidade está em estudo.

Pacientes em investigação

Segundo a Sesa, os pacientes em investigação por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) ficam em leitos de UTI de isolamento. Sendo confirmados para Covid-19, são levados para unidades de UTI exclusivas para pacientes com a doença.

Caso sejam descartados, são removidos para outros hospitais. Caso o exame seja negativo, mas o paciente apresente sintomas compatíveis com Covid-19, o paciente é definido como inconclusivo, podendo ser submetido a novas avaliações clínicas, laboratoriais e de imagem.

Leia mais

Plano de Ação: Ministério da Cidadania reabre prazo para preenchimento de adesão ao repasse de recursos federais

O Ministério da Cidadania ampliou o prazo de entrega do Plano de Ação dos municípios referente à adesão ao repasse emergencial de recursos federais....

Corpo de homem é encontrado no interior de Nova Venécia

O corpo de um homem de 29 anos foi encontrado dentro de casa na manhã desta terça-feira, dia 30, na localidade do Pip-Nuk, interior...

Governador do Espírito Santo diz que vai processar quem espalhou vídeo antigo dele em festa junina

No vídeo, Casagrande aparece ao lado de várias outras pessoas em uma brincadeira conhecida como 'dança das cadeiras'. No Twitter, ele disse que festa...

Incaper faz sucesso com transmissões no Instagram

Em meio à pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e...

Leia também

Portaria destina mais recursos para habilitação de leitos de UTI para Covid-19

O Ministério da Saúde irá destinar recursos aos estados e municípios para habilitar leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) e manter as ações...

Banestes participa da campanha Feirão On-line do SPC

O Banestes participa, durante...

Fiocruz produzirá vacina contra Covid-19 desenvolvida pela Universidade de Oxford

O Brasil está cada vez mais perto de uma resposta sobre a distribuição de uma vacina contra a Covid-19, em larga escala. Nesta semana,...