ES: sêmen e sangue são encontrados em roupa de menino morto após estupro e tortura

Compartilhe

Jorge Teixeira da Silva Neto, de 2 anos

Jorge Teixeira da Silva Neto, de 2 anos

Em mais um episódio da investigação do caso do menino Jorge Teixeira da Silva Neto, de dois anos, morto com sinais de estupro e tortura em Vila Velha, na Grande Vitória, a Polícia Civil encontrou vestígios de sêmen e sangue nas roupas da criança. A informação é de João Brito e Any Cometti, do g1 ES e TV Gazeta.

Desde a última quarta-feira (6) Maycon Cruz, de 35 anos, e Jeorgia Karolina Teixeira da Silva, de 31, pais do garoto, estão presos suspeitos de serem os autores do crime. Eles negam as acusações.

De acordo com o delegado titular da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Vila Velha, Alan Moreno, ainda não é possível dizer a quem pertencem o sangue e o sêmen encontrados. Por isso, o pai de Jorge, Maycon Cruz, de 35, deve realizar nesta quinta-feira (14) exames de comparação genética.

“No exame que foi realizado pelo laboratório de biologia forense da Polícia Civil, foram encontrados em roupas que estavam na residência do casal sangue humano, sêmen e em outras peças também foram encontrados espermatozóides. Em uma peça infantil, foi encontrado sangue humano, e uma das substâncias que compõem o sêmen. Ainda não sabemos a quem pertence o material [biológico]. Vai ser feito um processo de comparação com outras pessoas para ter essa resposta. Vamos solicitar o exame ao pai, e vai caber ao pai proceder ou não com o exame. É um direito dele se negar a fazer o exame. Caso se negue, procuraremos as vias judiciais”, informou Alan.

Ao todo, foram encontradas e recolhidas para análise cerca de 15 peças de roupas entre vestuários adultos e de criança, segundo a a polícia.

Além da perícia inicial do Departamento Médico Legal (DML) de Vitória ter constatado sinais de abuso sexual e tortura, foi pedida também uma perícia complementar no corpo de Jorge, mas ainda não há prazo que este novo laudo seja concluído. A Polícia Civil não esclareceu, porém, os motivos que embasam o pedido da nova perícia.

O delegado à frente do caso afirma que a Polícia Civil deve concluir nesta quinta-feira o inquérito e definir os crimes pelos quais os pais serão indiciados, encaminhando a denúncia ao Ministério Público estadual.

“No caso da prisão em flagrante, o inquérito tem o prazo de 10 dias para ser concluído. É provável que amanhã esse inquérito seja remetido ao poder Judiciário e ao Ministério Público para realizar o indiciamento e acusação dessas pessoas. Ainda estamos analisando [por quais crimes serão indiciadas]. É uma apuração muito extensa e que demanda uma análise muito cautelosa, porque não podemos acusar as pessoas sem provas. Nós não vamos fazer um indiciamento irresponsável, nós sabemos que estamos lidando com vidas de pessoas, uma família que está abalada, mas o nosso papel é agir”, contou Alan.

Até o momento, cerca de 15 pessoas foram ouvidas pela polícia, entre familiares, vizinhos, assistentes sociais, médicos e enfermeiros do Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), para onde Jorge foi levado pelos pais, inicialmente com um suposto quadro gripal.

Os pais do menino Jorge Teixeira da Silva Neto, de dois anos, foram presos suspeitos de torturar e estuprar o filho, que morreu por conta das agressões, em Vila Velha.

Jeorgia Karolina Teixeira da Silva, de 31 anos , e Maycon Cruz, de 35, levaram a criança na madrugada da última terça-feira (5) ao Hospital Estadual Infantil e Maternidade Alzir Bernardino Alves (Himaba), alegando que o menino estava com sintomas gripais.

A criança acabou morrendo no local e a equipe médica que a atendeu constatou lesões características de abuso sexual.

Ainda no hospital, as polícias Militar e Civil foram chamadas. O corpo de Jorge foi levado para o Departamento Médico Legal (DML), onde, segundo a polícia, foi constatado que o menino foi estuprado.

Segundo a polícia, os pais tentaram a todo custo liberar o corpo do menino para uma funerária, diziam que não era necessário fazer autópsia. Eles acabaram presos ainda no DML.

 

Pais foram presos e estão no Centro de Triagem de Viana

Pais foram presos e estão no Centro de Triagem de Viana

Leia também

Descolamento de retina: Fique atento!

Conversaremos hoje sobre uma das doenças mais graves relacionadas ao olho que existem: o descolamento de retina. Fique...

Secretaria de Saúde inicia campanha de vacinação contra a poliomielite

  Teve início nesta segunda-feira, 08, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite, coordenada pelo Ministério da Saúde....

Campanha Antirrábica começa dia 15 em Vila Pavão

  A campanha de vacinação contra raiva em cães e gatos em Vila Pavão começa no próximo dia 15,...

Acidente deixa motociclista ferido em Água Doce do Norte.

  Um acidente ocorrido no último sábado, 06 de agosto de 2022, deixou uma pessoa ferida próximo ao Córrego...

Edital da licitação do Ramal do Salgado será republicado na próxima semana pelo Governo Federal

O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) vai republicar na próxima semana o edital da licitação para a execução...

ES: mulher morre após ela e o neto serem atropelados por ônibus escolar

  Uma dona de casa de 55 anos morreu após ela e o neto serem atropelados por um ônibus...

Redução no valor da tarifa de energia passa a valer em 70 cidades do Espírito Santo

A conta de energia elétrica deve ficar mais barata em 70 cidades do Espírito Santo. A redução se...

Prorrogadas inscrições para o 2º Torneio de Silagem de Milho

  A Cooperativa Agropecuária Centro Serrana (Coopeavi) prorrogou, até o fim deste mês, as inscrições para a 2ª edição...