ES: presença dos alunos nas escolas públicas estaduais será obrigatória em 2021

A presença dos alunos nas escolas públicas do Espírito Santo passará a ser obrigatória a partir de fevereiro de 2021. No entanto, de acordo com o governador Renato Casagrande, o regime de alternância das aulas deverá ser mantido até que a vacina contra a Covid-19 comece a ser disponibilizada à população.

O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (18) pelo governador junto ao secretário estadual de Educação, Vitor de Ângelo. Durante a transmissão ao vivo pela internet, eles anunciaram também a abertura do período de matrículas e de rematrículas da rede pública, a chamada pública escolar, que começa já a partir desta quarta.

No sistema de revezamento, que está em vigor atualmente, metade dos alunos de uma mesma turma frequentam as aulas presenciais, enquanto a outra metade faz aulas online durante uma semana. Já na semana seguinte, quem estava em casa vai para a escola e quem estava na escola, faz aulas à distância. A diferença é que neste ano, as aulas presenciais ainda são facultativas.

“Vamos manter os protocolos. Só vamos abrir mão desse protocolo de hoje, com a presença de todo mundo na sala de aula, se a gente tiver vacina, a pandemia controlada. senão vai continuar nesse sistema alternado”, disse o governador, ressaltando que é preciso aprender a conviver com a pandemia enquanto a vacina não é produzida.

A Secretaria de Estado de Educação (Sedu) anunciou os prazos da chamada pública escolar.

  • Desta quarta-feira (18) até o dia 9 de dezembro está aberto o período de rematrícula e de transferência interna de alunos.
  • De 10 a 28 de dezembro será o período de matrículas para novos alunos.
  • As inscrições devem ser feitas no site: www. sedu. gov.br
  • A Sedu pontua que todos os estudantes devem apresentar o CPF obrigatoriamente.

 

Leia mais

Leia também