ES: polícia prende suspeito de estuprar a enteada por seis anos

 

A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) prendeu um homem de 36 anos suspeito de estuprar a própria enteada há seis anos.

A prisão ocorreu nesta quarta-feira (5) em cumprimento de mandado de prisão temporária expedido pela Justiça. O local exato da prisão, que ocorreu na Grande Vitória, não foi divulgado para preservar a vítima.

O caso chegou ao conhecimento da Polícia Civil em fevereiro deste ano. As investigações apontaram que a menina, hoje com 13 anos, era molestada sexualmente desde os sete anos pelo padrasto.

“De acordo com a investigação, os abusos aconteciam na residência da família. O padrasto se aproveitava da ausência da mãe para cometer a violência e ameaçava a vítima para que ela não contasse os fatos a ninguém”, relatou o delegado adjunto da DPCA, Diego Bermond.

Segundo a polícia, após seis anos sofrendo violência sexual, a vítima se mudou para casa de outro familiar e todos os fatos vieram à tona.

O delegado representou pela prisão temporária do investigado, que foi decretada pela Justiça.

O homem foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV). O inquérito policial segue em andamento na delegacia.

Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) do Espírito Santo — Foto: Divulgação/Governo do ES

Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) do Espírito Santo — Foto: Divulgação/Governo do ES


Leia mais

Leia também