ES: padrasto suspeito de abusar de enteada de 12 anos é preso

 

Um homem de 37 anos foi preso suspeito de abusar sexualmente da enteada de 12 anos. A prisão foi feita pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), na manhã desta segunda-feira (22), na Grande Vitória. As informações são da TV Gazeta.

De acordo com o delegado Diego Aleluia, as investigações começaram em abril de 2020, após a mãe da menina ter procurado a delegacia para relatar a suspeita do abuso.

“Ela relatou que estava dormindo com o companheiro e a filha, dentro do mesmo quarto, quando acordou com o grito da menina, que estava sendo tocada pelo padrasto nas partes íntimas. Imediatamente, ela agiu com o intuito de proteger a criança”, contou o delegado.

A polícia foi acionada na ocasião, mas o padrasto fugiu de casa e não foi mais encontrado. A família, então, procurou a DPCA, que começou as investigações.

Após ter sido preso, o suspeito prestou depoimento e foi encaminhado ao presídio. O inquérito policial ainda está em fase final de apuração.

De janeiro a julho de 2020, o Espírito Santo registrou 259 denúncias de abuso sexual de crianças e adolescentes.

Sede da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em Vitória — Foto: Reprodução/Polícia Civil
Sede da Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), em Vitória — Foto: Reprodução/Polícia Civil

 

Leia mais

Leia também