ES: moradores ajudam apagar incêndio no estádio Emílio Nemer

Fogo ficou concentrado apenas no escritório da presidência do clube do Sul do ES

Com ajuda de moradores, diretores do Castelo apagam incêndio no estádio Emílio Nemer

Por Emanuela Afonso — Castelo, ES

Na madrugada desta quarta-feira, um incêndio atingiu as instalações do Estádio Emílio Nemer, do Castelo, no Sul do Estado do Espírito Santo. A população que reside próximo à praça esportiva ajudou os diretores do clube a conter as chamas. O fogo ficou concentrado somente na área do escritório da presidência.

De acordo com o gestor do Alvinegro, Fabrício Fioreze, aparentemente a estrutura da sala não foi afetada e as perdas foram apenas materiais, de móveis, documentos, contrato do novo sócio-contribuindo, alguns antigos cheques e um computador.

O presidente do clube conta que foi avisado que o local estava pegando fogo pela população e rapidamente se deslocou ao estádio, que desde 2014 é administrado pela Prefeitura de Castelo.

– Os moradores da região já me conhecem, daí ligaram de madrugada para mim e para os outros diretores. Quando chegamos lá os moradores estavam com mangueiras e baldes tentando apagar as chamas. Conseguimos pegar os institores e acabar com o fogo, como estava dentro do escritório pegando fogo, ficamos com o receio de entrar.

Sala do presidente do Castelo, após incêndio  — Foto: Arquivo pessoal

Sala do presidente do Castelo, após incêndio — Foto: Arquivo pessoal

Pequeno incêndio atingindo o Estádio Emílio Nemer — Foto: Arquivo pessoal

Pequeno incêndio atingindo o Estádio Emílio Nemer — Foto: Arquivo pessoal

Fioreze, ressalta que ainda não saiu o laudo oficial do Corpo de Bombeiros acerca do que ocasionou o incêndio. O clube aguarda a vistoria para ter uma análise segura sobre a estrutura.

– O Corpo de Bombeiros não deu tempo de chegar, tivemos apoio de amigos da EDP (empresa de distribuição de energia elétrica), que foram lá e cortaram a energia para entrarmos no escritório. Mas estamos esperando os bombeiros agora para fazer um laudo técnico e analisar se houve dano na estrutura.

Leia mais

Leia também