ES: Ministério Público recorre de decisão que colocou suspeito de matar a ex-mulher em liberdade

O Ministério Público do Espírito Santo (MPES) recorreu da decisão que colocou Thiago Cruz de Oliveira, de 36 anos, em liberdade. Ele é suspeito de matar a ex-mulher em Vila Velha, na Grande Vitória.

O MP opôs embargos de declaração no dia 4, diante da soltura de Thiago. Como a soltura foi mantida pelo Juízo da Quarta Vara Criminal de Vila Velha, o MPES interpôs, na tarde de quarta-feira (9), recurso em sentido estrito e medida cautelar visando reverter a decisão.

O suspeito está solto desde o dia 2 e parentes da vítima, Vívian Lima de Almeida, de 29 anos, fizeram um protesto contra a soltura.

A vítima foi encontrada morta em casa, no bairro Araçás, em 29 de julho. As investigações da Polícia Civil apontaram que ela foi agredida até a morte e Thiago foi considerado o principal suspeito, pois permaneceu por uma hora e meia na casa de Vívian, conforme mostrado em câmeras do bairro.

 


Leia mais

Leia também