ES: mãe de motociclista morto em acidente é atingida por spray de pimenta durante protesto

 

A morte do motociclista Gabriel da Silva Rodrigues, de 23 anos, segue causando comoção em familiares e amigos em Vila Velha. Na tarde desta quarta-feira (23), por volta das 17h30, um grupo de pessoas tentou iniciar mais um protesto na Rodovia do Sol, na região da Barra do Jucu, mas foram impedidos pela Polícia Militar.

No local, a PM impediu a manifestação utilizando spray de pimenta para dispersar as pessoas, entre elas a mãe de Gabriel, Erina Pereira, que acabou atingida. Um vídeo mostra a ação.

Muito abalada, ela reclamou da ação dos policiais e relatou que um outro filho dela foi atingido por uma bala de borracha.

O trânsito não chegou a ser interditado. Questionada sobre a ação contra os manifestantes, a PM informou, por meio de nota, que a ocorrência ainda estava em andamento e não teria mais informações a repassar.

A morte de Gabriel da Silva Rodrigues gerou protestos que interditaram por duas vezes a Rodovia do Sol nessa segunda-feira (24). Pneus foram queimados e um ônibus foi depredado.

Gabriel da Silva Rodrigues, de 23 anos, morreu depois de ser atingido por um carro na madrugada de domingo (23), no bairro Ulisses Guimarães.

Inicialmente o motorista não foi encontrado porque, logo após o acidente, ele foi socorrido e levado para um hospital. Quando a polícia chegou ao local, o homem já tinha recebido alta. O nome dele não foi informado.

O motorista foi identificado pela Polícia Militar nesta terça-feira (26) e intimado para prestar depoimento sobre o acidente.

 

Mãe de motociclista morto é atingida por spray de pimenta pela PM

Mãe de motociclista morto é atingida por spray de pimenta pela PM


Leia mais

Leia também