ES: funcionários de ONG são indiciados por maus-tratos após agressão de paciente

Três funcionários de uma Organização Não Governamental (OGN) que cuida de pacientes com necessidades especiais, em Vitória, foram indiciados por maus-tratos nessa terça-feira (23).

As câmeras de videomonitoramento do local registram o momento que um dos indiciados, um homem de 37 anos, aparece empurrando, batendo e apertando o pescoço de um paciente.

As imagens foram entregues à Delegacia de Polícia do bairro Jardim Camburi pelo diretor da organização no dia 3 de fevereiro. As outras indiciadas são duas funcionárias, uma de 37 e outra de 46 anos, que foram testemunhas dos maus tratos e não reagiram às agressões.

O paciente que aparece nas imagens sendo agredido é um rapaz de 30 anos. Segundo a polícia, ele é agitado e costuma acordar antes das 6 horas. No vídeo entregue à polícia, é possível ver ele na varanda logo após acordar.

Lá, o funcionário da clínica o empurra para que ele volte para dentro da instituição. As outras duas funcionárias veem, mas não reagem às agressões.

Funcionário de ONG agride paciente com necessidades especiais

Funcionário de ONG agride paciente com necessidades especiais

Em outra câmera, dentro da casa, é possível ver que o funcionário agride o rapaz com tapas e empurrões, e chega a apertar o pescoço do paciente.

Após o indiciamento pela polícia, o caso vai ser passado para a justiça.

Funcionário de ONG agride paciente em Vitória

Funcionário de ONG agride paciente em Vitória

 


Leia mais

Leia também