ES: filho de paciente com Coronavírus fura pneu de ambulância para evitar transferência

Polícia é acionada após filho de paciente furar pneu de ambulância, no ES — Foto: Reprodução

O filho de um paciente internado com Covid-19 furou o pneu de uma ambulância no pátio de um hospital para evitar a transferência do pai para outra unidade. O caso aconteceu nesta quinta-feira (18), na Serra, no Espírito Santo. A Polícia Militar foi acionada e, apesar dos pedidos dos familiares, o paciente foi transferido.

Em um vídeo publicado nas redes sociais, o professor Lucas Salles explicou que o pai, o repórter cinematográfico Manoel Guedes Barreiro, estava em estado grave no Hospital Jayme Santos Neves e que, por isso, temia que a transferência pudesse piorar o quadro.

“Eu estou com meu pai internado aqui no Jayme, foi muito difícil conseguir a vaga para ele aqui. E ele ainda está intubado, ainda não está bem, está na UTI, e eles estão querendo transferir meu pai agora para o Hospital Evangélico. Vão colocar ele em outro ambiente hospitalar, com outras bactérias, meu pai pode ser infectado e não resistir”, disse.

A esposa de Lucas, Andressa Nobre, disse que eles não entenderam a justificativa dada pelo hospital para tirar Manoel da unidade.

“A Assistência Social do Jayme disse que esse era o procedimento, que quando um paciente está estável eles transferem para dar o leito para pacientes mais graves. Porém, meu sogro está grave, intubado, é do grupo de risco”, disse, ressaltando que o homem tem 56 anos, é obeso, diabético e hipertenso.

Diante da negativa do hospital aos pedidos de permanência do paciente, Lucas usou uma tesoura que estava no carro para furar o pneu da ambulância. A Polícia Militar foi acionada, conversou com o professor e pediu que ele arcasse com o prejuízo do veículo.

Depois de pagar pela troca do pneu, Lucas viu a ambulância retornar à unidade e fazer a transferência do pai. No início da noite desta quinta-feira (18), o paciente deu entrada no Hospital Evangélico.

 

 

Leia mais

Leia também