ES: criminoso faz buraco em parede de empresa durante furto

Homem abre buraco na parede para arrombar empresa em Vila Velha, ES — Foto: Reprodução/ TV Gazeta

Empresa foi arrombada por volta das 20h de segunda-feira (27) e o homem foi preso por volta de 1h de terça (28).

Uma empresa de venda e conserto de eletrônicos foi arrombada na noite desta segunda-feira (27) no bairro Cobilândia, em Vila Velha, na Grande Vitória. Um suspeito de 32 anos foi preso.

O dono da empresa, Welkolles Borges Mieis, de 38 anos, contou que mora em cima da loja e escutou os primeiros barulhos do criminoso por volta das 20h, mas foi só às 22h que ele checou as imagens da câmera de videomonitoramento e confirmou a presença do homem.

“Eu achei que era um vizinho quebrando alguma coisa, porque os dois estão em obras. Quando a gente foi dormir, minha esposa escutou outros barulhos e foi quando ele foi arrombando as outras portas e paredes. Eu olhei nas câmeras e ele estava lá dentro”, contou o empresário.

Para ter acesso à empresa, o suspeito abriu um buraco na parede. Dentro do estabelecimento, ele arrombou portas internas, quebrou divisórias entre as salas e abriu armários de funcionários e gavetas.

Depois de escutar os barulhos e confirmar que o homem estava no local, o empresário chamou a polícia. Quando os policiais chegaram e arrombaram o portão para ter acesso à empresa, o criminoso fugiu levando aparelhos eletrônicos e dinheiro.

Durante a fuga, o homem invadiu o quintal de várias casas do bairro, pulando muros e telhados.

A polícia conseguiu encontrar o suspeito por volta de 1h dessa terça-feira (28) depois de uma denúncia anônima. Ele estava escondido embaixo da caixa d’água de uma casa.

Com o suspeito, a polícia encontrou aparelhos furtados e R$ 1 mil em dinheiro. Por causa das invasões, o criminoso se feriu e recebeu atendimento médico no Pronto Atendimento de Cobilândia. Depois de ter alta, ele foi encaminhado para a Delegacia Regional de Vila Velha.

Suspeito foi levado para a delegacia depois de receber atendimento médico — Foto: Divulgação/PM

Pelo estrago deixado pelo criminoso, o empresário Welkolles disse que precisou rever as imagens registradas pelas câmeras várias vezes para ter certeza que o homem agiu sozinho.

“O meu desespero foi muito grande, porque a minha preocupação era com a minha família, porque a minha casa é em cima da empresa. O meu dano foi emocional e material, porque ele saiu arrombando portas, paredes, os armários, o estrago foi enorme”, lamentou o empresário.

Armários de funcionários também foram arrombados

 

Leia mais

Leia também